sicnot

Perfil

País

GNR realiza campanha nacional de sensibilização junto de peões e ciclistas

Mais de 20 crianças e jovens morrem ou ficam feridos, todas as semanas, na sequência de atropelamentos, indicou hoje a GNR, que, entre domingo e terça-feira, realiza uma campanha nacional de sensibilização junto dos peões e ciclistas.

(SIC/ Arquivo)

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) refere que vai realizar, entre domingo e terça-feira, em todo o país, diversas ações de sensibilização com o objetivo de alertar os utentes das vias públicas -- condutores, peões e ciclistas -- para as questões relacionadas com a segurança.

Nestas ações de sensibilização, os militares dos comandos territoriais, da valência de Programas Especiais, vão direcionar muitas das suas ações de sensibilização para a comunidade escolar, adianta a GNR.

Isto porque, segundo a GNR, mais de 20 crianças e jovens morrem ou ficam feridos, todas as semanas, na sequência de atropelamento, representando 32 por cento da totalidade dos acidentes em ambiente rodoviário nestas faixas etárias.

A maioria destes atropelamentos acontece entre os 10 e os 14 anos, em zonas residenciais e durante os percursos casa/escola.

A GNR refere também que, em 2013, 22,6 por cento das 518 vítimas mortais eram ciclistas e peões, enquanto, em 2014, representaram 22,8 por cento dos 482 mortos.

A mais recente alteração ao Código da Estrada introduziu o conceito de utilizador vulnerável, que inclui peões e ciclistas, dando particular destaque às crianças, idosos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida ou portadoras de deficiência, que passaram a beneficiar de especial proteção.

A GNR indica ainda que a campanha pretende também sensibilizar todas as pessoas para responsabilidade que cada um deve ter na estrada, independentemente da sua condição, seja de condutor, peão ou ciclista.

Lusa

  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52