sicnot

Perfil

País

Hospital de Santa Maria abre processo de averiguação interna a ilegalidades

O Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN) abriu um processo de averiguações internas relativamente às alegadas práticas ilegais do diretor do Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital de Santa Maria, que já levaram à abertura de um inquérito judicial.

Hospital de Santa Maria, em Lisboa. (Arquivo)

Hospital de Santa Maria, em Lisboa. (Arquivo)

Num comunicado divulgado hoje, o Conselho de Administração do CHLN anuncia que "está a proceder a uma averiguação interna relativamente à situação que deu origem aos factos relatados mais recentemente na comunicação social, por forma a tomar, como sempre, as adequadas decisões e as proporcionais medidas que se revelem como necessárias".

O caso visa o diretor do Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital de Santa Maria, José Fernandes e Fernandes, e diligências levadas a cabo pela Polícia Judiciária (PJ), após denúncia anónima, sobre alegadas práticas ilegais por si praticadas, no âmbito das suas funções de diretor.

No dia 30 de outubro, a PJ realizou buscas no Hospital de Santa Maria, relacionadas com o caso das próteses, que se insere na investigação sobre fraudes detetadas no Serviço Nacional de Saúde.

José Fernandes e Fernandes foi constituído arguido por suspeita de corrupção, falsificação de documentos e burla na compra de próteses.

Entretanto, o jornal "Público" noticiou na quinta-feira que esta suspeita levou mais recentemente os inspetores da PJ a outra linha de investigação relacionada com o desvio de doentes de hospitais privados para a realização de cirurgias naquela unidade, que terá lesado o Estado em milhares de euros e que envolverá também o diretor do Serviço de Cirurgia Vascular.

Na sequência destas notícias, o Conselho de Administração garante que "tem acompanhado com preocupação" as sucessivas denúncias e notícias" sobre o caso e "tem tomado todas as medidas ao seu alcance, com vista a esclarecer, prever e punir qualquer prática ilícita".

No mesmo comunicado, afirma que "continuará a garantir, de forma irrepreensivelmente rigorosa a qualidade, a segurança e a resposta em tempo aos cidadãos", e que aguarda os resultados das diligências em curso, não obstante ter iniciado uma averiguação interna.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.