sicnot

Perfil

País

Presidente do Governo Regional da Madeira inicia primeira visita oficial à Venezuela

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, acompanhado por uma "pequena comitiva de empresários", inicia hoje a sua primeira visita oficial às comunidades emigrantes residentes na Venezuela e Miami.

(Lusa/ Arquivo)

Segundo a nota divulgada pelo gabinete do chefe do executivo madeirense, esta deslocação prolonga-se até dia 12 e está inserida no programa do executivo regional que consagra uma maior aproximação às comunidades de madeirenses espalhadas pelo mundo, tendo Albuquerque efetuado já uma breve visita a Londres, logo após ter tomado posse, a 20 de abril.

A mesma informação institucional refere que o líder regional se faz acompanhar por "uma comitiva de empresários madeirenses, potenciadores do fator inovação no desenvolvimento da economia regional".

O grupo inclui também responsáveis da Associação de Promoção da Madeira, do Centro Internacional de Negócios da Madeira, sendo acompanhada por jornalistas do Diário de Notícias e da RTP-Madeira.

O programa da visita prevê encontros com as comunidades madeirenses de Caracas e de Miami, a presença em duas conferências sobre a "Madeira do Futuro" promovidas pela Câmara de Comércio Luso (Caracas), em que o foco será o Centro Internacional de Negócios (CIMN) e o Turismo, e pelo Ocean Bank (Miami) na qual irão participar investidores americanos.

No território venezuelano está programado no dia 08 um encontro/almoço no Centro de Caracas que tem a confirmada a presença de mil pessoas e, no dia seguinte, um jantar na Academia do Bacalhau com 300 empresários.

No dia 10, em Miami, do programa consta uma reunião com investidores/empresários que conta com a participação de representantes da maior linha de cruzeiros do mundo, a Carnival Cruise Lines.

Dois dias depois o presidente do executivo madeirense estará numa conferência organizada pelo Ocean Bank "Madeira do Futuro" com investidores americanos.

Lusa

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35

    País

    A data para as próximas eleições autárquicas já gerou consenso. 1 de outubro é a data pedida pelos vários partidos ouvidos esta segunda-feira por António Costa. Na próxima quinta-feira, no Conselho de Ministros, o dia de ir às urnas vai ser escolhido.