sicnot

Perfil

País

ASAE fiscaliza abate de animais e instaura dois processos-crime

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) instaurou dois processos-crime, por abate clandestino de animais, e ainda apreendeu carcaças, no âmbito de ações de fiscalização, foi esta terça-feira anunciado.

Em comunicado, a ASAE explica que a fiscalização, durante duas semanas, foi feita nos concelhos de Monção, Anadia e Palmela, e acrescenta que o abate clandestino de animais para consumo humano acarreta "riscos associados ao consumo dessa carne" proveniente de estabelecimentos não licenciados. (Arquivo)

Em comunicado, a ASAE explica que a fiscalização, durante duas semanas, foi feita nos concelhos de Monção, Anadia e Palmela, e acrescenta que o abate clandestino de animais para consumo humano acarreta "riscos associados ao consumo dessa carne" proveniente de estabelecimentos não licenciados. (Arquivo)

© Stephane Mahe / Reuters

Em comunicado, a ASAE explica que a fiscalização, durante duas semanas, foi feita nos concelhos de Monção, Anadia e Palmela, e acrescenta que o abate clandestino de animais para consumo humano acarreta "riscos associados ao consumo dessa carne" proveniente de estabelecimentos não licenciados.

Além dos dois processos crime, precisa a ASAE no comunicado, foram instaurados mais dois processos contraordenacionais, "por incumprimento das condições higiénicas e técnicas, na distribuição/venda de carnes, e falta de licenciamento industrial".

Nesta investigação foram apreendidas quase meia centena de carcaças de leitão além de carcaças de ovino (três) e dois fornos, tudo num valor de 3800 euros.

Na semana passada, numa investigação diferente, a ASAE apreendeu 37,5 toneladas de sementes de soja, no valor de 39 mil euros, por falta de condições de higiene e ausência dos certificados de importação.

Lusa

  • Empresários queixam-se menos da ASAE
    2:18

    Economia

    Depois de um período de muitas queixas sobre a atuação da ASAE, a opinião dos empresários parece ser agora mais favorável. Alguns comerciantes entrevistados, esta terça-feira, consideram que a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica tem tido uma intervenção mais equilibrada e pedagógica.

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.