sicnot

Perfil

País

Chefe de serviço da Segurança Social e familiar detidos

notícia sic

A Polícia Judiciária e o Ministério Público estão a fazer buscas no edifício da Segurança Social em Lisboa. Em causa estarão crimes de corrupção e falsificação de documentos. Duas pessoas já foram detidas, um é chefe do Departamento de Remunerações do Centro Distrital da Segurança Social de Lisboa. Seria ele a cabeça de um esquema que terá lesado o Estado em muitos milhares de euros. O outro detido é um familiar seu, suspeito de angariar clientes para o esquema fraudulento.

(Arquivo)

(Arquivo)

O Ministério Público acredita que a troco de dinheiro, os suspeitos anulavam dívidas particulares e de empresas da construção civil à Segurança Social. Os arguidos terão adulterado também os cálculos para aumentar reformas e atribuir indevidamente subsídios de desemprego.

Além das buscas ao Centro Distrital da Segurança Social em Lisboa, a Judiciária e o Ministério Público estiveram também em seis residências e três empresas. Em causa estarão crimes de corrupção, falsificação de documentos e falsidade informática.

A SIC sabe que até ao momento foram constituídos 10 arguidos, entre pessoas singulares e coletivas.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.