sicnot

Perfil

País

A queda do executivo português na imprensa alemã

A queda do Governo português, da coligação PSD/CDS, votada pelos partidos de esquerda, tem hoje destaque na imprensa alemã, mas as primeiras páginas foram reservadas maioritariamente às notícias sobre a morte do antigo chanceler alemão Helmut Schmidt.

O Die Welt publicou um artigo entitulado "Oposição de esquerda derruba Governo português de centro-direita". O jornal diário escreveu ainda que "132 de 230 deputados votaram numa moção de rejeição proposta pelos socialistas contra o Governo".

O texto, sem chamada de capa, é ilustrado com uma foto do aperto de mão entre Costa e Passos Coelho, após a votação da moção no parlamento português, que contou com um acordo de incidência parlamentar entre PS, PCP e BE.

O diário Bild destaca na primeira página "o derrube" do Governo português.

O jornal com maior circulação na Alemanha, escreve que "a oposição de partidos de esquerda derrubou o Governo de centro-direita de Passos Coelho através de uma moção de censura". O matutino faz ainda referência à "resistência contra os planos de poupança" como a razão do voto no parlamento nacional.

"Governo português derrubado depois de 11 dias" é o destaque de capa do jornal Frankfurter Allgemein.

O jornal diário refere que o futuro do Governo português está nas mãos do Presidente da República, escrevendo que "Aníbal Cavaco Silva tem de decidir se indigita o líder do PS, António Costa, para primeiro-ministro ou se Passos permanece no cargo até novas eleições".

O Frankfurter Allgemein refere ainda que as novas eleições podem acontecer no início do verão de 2016.

O diário mais conotado com a esquerda, o Die Tageszeitung, titulou "Governo de centro direita derrubado" e acrescentou que "os partidos de esquerda querem apoiar o líder dos socialistas no futuro".

O Süddeutsche Zeitung destaca as mudanças políticas em Portugal na primeira página, reportando que "oposição de esquerda derruba Governo de centro direita".

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Atrás das Câmaras em Fátima
    2:48
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • Furacão Maria já causou pelo menos nove mortes

    Mundo

    O furacão Maria já causou pelo menos nove mortos durante a sua passagem pelas Antilhas Menores, tendo baixando para uma tempestade de grau três depois de atravessar Porto Rico, segundo as autoridades.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC