sicnot

Perfil

País

Mais de metade dos portugueses maiores de 18 anos têm excesso de peso

Mais de metade da população portuguesa maior de 18 anos tinha excesso de peso em 2014, uma subida ligeira em dez anos, revelam dados do INE, que apontam também o aumento da obesidade, principalmente nas mulheres.

AP

AP

Os dados fazem parte do Inquérito Nacional de Saúde 2014, realizado pelo Instituto Nacional de Estatística, em colaboração com o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, que visa caracterizar a população residente com 15 ou mais anos em três "grandes domínios": estado de saúde, cuidados de saúde e determinantes de saúde relacionadas com estilos de vida.

Em 2014, 52,8% da população com 18 ou mais anos tinha excesso de peso (50,9% há uma década), refere o INE, sublinhando que "o aumento da obesidade foi o mais expressivo, tendo afetado principalmente as mulheres.

Por grupo etário, o estudo verificou que a obesidade atingia, com maior grau de importância, a população com idades entre 45 e 74 anos (com proporções superiores à média do país), enquanto o excesso de peso de grau II era observado sobretudo na população entre 65 e 74 anos.

Outro dado observado no estudo foi o acréscimo do número de pessoas com doenças crónicas, destacando-se o aumento da percentagem de pessoas que referiram sofrer de problemas renais, que passou de 1,8% para 4,6% em dez anos.

Já um terço da população com 15 ou mais anos referiu ter dores lombares crónicas, a doença crónica referida com maior frequência pelos portugueses em 2014.

Foram também elevadas as proporções de pessoas que referiram ter hipertensão arterial (25,3%), dores cervicais ou outros problemas crónicas no pescoço e artrose (24,1% nos dois casos).

Comparativamente aos homens, as mulheres são significativamente mais afetadas por artroses (31,7% face a 15,4% para os homens), por dores cervicais ou outros problemas crónicos no pescoço (31,6% mulheres, contra 15,5% dos homens) ou por dores lombares ou outros problemas crónicos nas costas (39,7% contra 25,2%).

O Inquérito Nacional de Saúde revela também que mais de um terço da população com 50 e mais anos (35,1%) disse ter feito uma colonoscopia nos 10 anos anteriores à entrevista do INE.

O estudo constatou que as percentagens da realização destes exames nos Açores (22,6%) e na Madeira (19,3%) são bastante inferiores à média nacional.

"Independentemente da região, a proporção de homens que foi submetida a este ato complementar de diagnóstico e terapêutica foi sempre superior à de mulheres", observa o relatório.

Os dados revelam ainda que quase 85% das mulheres, com idades entre 50 e 69 anos, disseram ter realizado uma mamografia nos últimos dois anos, o que comparado com o valor de 2005/2006 (52,2%) representa um aumento de 32 pontos percentuais (p.p).

Também neste caso os valores observados nos Açores (77,6%) e na Madeira (70,4%) foram, em 2014, inferiores à média nacional, mas com aumentos de 46,4 p.p. e de 33,8 p.p., respetivamente, nos últimos dez anos.

Quanto à vacina da gripe, quase metade da população idosa disse que a tomou no ano anterior à entrevista, um ato que também foi mais reduzido na Madeira (40%) e nos Açores (43,2%) face à média do país (47,2%).

Lusa

  • Projeto contra a obesidade em Marco de Canaveses
    3:01

    País

    Para combater a obesidade, a Santa Casa da Misericórdia e o Agrupamento de escolas do Marco de Canaveses têm um projeto de educação que procura incutir nos alunos hábitos saudáveis. Quando o projeto arrancou, 20% dos alunos do 7º ano tinham excesso de peso.

  • Mais crianças portuguesas com baixo peso, menos obesas
    2:50

    País

    Desde 2010 que tem vindo a aumentar o número de crianças portuguesas com baixo peso. Um estudo hoje divulgado indica que 3% das crianças têm baixo peso e, por outro lado, que a obesidade e o excesso de peso estão a diminuir entre crianças do 6 aos 8 anos.

  • As consequências dos maus hábitos alimentares
    2:05

    País

    A incidência de diabetes tipo 2 aumentou 80% na última década em Portugal. Há 160 novos casos por dia. Quase metade dos portugueses sofre de hipertensão e 60% da população tem peso a mais. Os reflexos da má alimentação na saúde são alarmantes e são o tema da Grande Reportagem SIC, hoje no Jornal da Noite.

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.