sicnot

Perfil

País

PJ investiga fogo em contentor de lixo que alastrou à sede distrital do PS Porto

Um incêndio num contentor do lixo alastrou hoje de madrugada ao átrio da sede da Federação Distrital do Porto do Partido Socialista (PS) e a Polícia Judiciária foi chamada a investigar por se supor que houve "mão criminosa", disse fonte da PSP.

"Alguém ateou fogo a um contentor do lixo junto da Federação Distrital do PS do Porto, na rua de Santa Isabel, que acabou por alastrar ao átrio da entrada da Federação. Por haver suspeita de mão criminosa foi contactado o piquete da Polícia Judiciária", disse à Lusa fonte da PSP.

Além desta polícia, estiveram no local os Bombeiros Sapadores do Porto, que receberam o alerta de incêndio às 03:40.

Contactado pela Lusa, o presidente da Federação Distrital do Porto do PS, José Luís Carneiro, disse que vai aguardar "serenamente" pelos resultados da investigação.

"Temos de aguardar serenamente pela investigação em curso, por forma a podermos concluir sobre as motivações de um ato que se traduziu na destruição de diverso património material do PS", declarou o líder da distrital socialista do Porto e deputado na Assembleia da República.

Os factos, afirmou ainda, "estão a ser investigados pela polícia e não podemos, de bom juízo, estabelecer imediata e diretamente um nexo de causalidade entre os acontecimentos políticos do dia de ontem [terça-feira] e os factos que se traduziram num ato de vandalismo efetuado na sede da Federação Distrital do Porto do PS".

O dia de terça-feira foi marcado politicamente pela aprovação, no Parlamento, de uma moção de rejeição do PS ao Programa do XX Governo Constitucional, o que implica a demissão do executivo PSD/CDS-PP.

Outra fonte ligada ao PS Porto explicou, entretanto, que o incêndio no contentor a arder junto à porta da sede provocou vários danos materiais, designadamente os vidros que estoiraram.

Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.