sicnot

Perfil

País

Suspeitos de corrupção na Segurança Social detidos com caução

O chefe da Segurança Social que foi detido na terça-feira por suspeitas de corrupção vai ter de pagar uma caução de 30 mil euros para poder aguardar o julgamento em tribunal.

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

As medidas de coação, aplicadas pelo juiz de instrução criminal aos dois arguidos foram conhecidas esta quinta-feira. Após o interrogatório judicial, ambos ficaram indiciados pela prática de crimes de corrupção passiva para ato ilícito, falsidade informática, abuso de poder e peculato.

Além da caução, o responsável pela equipa de gestão de remunerações do Centro Distrital de Lisboa fica suspenso de funções, proibido de entrar nas instalações da Segurança Social e de contactar com funcionários da mesma instituição.

Ao segundo detido, familiar do funcionário e co-autor de parte dos crimes, foi imposta a proibição de contactos e de frequentar instalações da Segurança Social, a proibição de se ausentar para o estrangeiro e uma caução de 15 mil euros.

Os dois manipulavam dados do sistema informático a troco de dinheiro e outros benefícios. Assim, permitiam, de forma fraudulenta, o aumento de pensões de reforma e subsídios.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06