sicnot

Perfil

País

Dormir mal pode aumentar risco de desenvolver diabetes

O presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono (APCMS), Miguel Meira e Cruz, alertou hoje que dormir pouco ou mal pode aumentar o risco de desenvolver diabetes.

© Mario Anzuoni / Reuters

O alerta da associação surge na véspera de se assinalar O Dia Mundial da Diabetes, uma doença cuja prevalência voltou a aumentar em Portugal em 2014, atingindo 13,1% da população, mais de um milhão de portugueses, a que se juntam mais de dois milhões de pessoas com pré-diabetes, segundo o relatório "Factos e Números da Diabetes do Observatório Nacional de 2014".

Em declarações à agência Lusa, a propósito da data, Miguel Meira e Cruz afirmou que existe alguma evidência de que os doentes com sono mais curto (menos de seis horas) têm "uma maior prevalência de problemas relacionados com o metabolismo glicémico".

"É um risco a privação do sono, seja voluntária ou causada por outras doenças do sono", como a apneia obstrutiva do sono ou as insónias", disse o especialista.

Lembrou que a diabetes é responsável por quase 9% da mortalidade por todas as causas no mundo, sendo que em Portugal é de cerca de 4,5%.

"Existe, de facto, uma necessidade de tentar reverter estes números. Claro que não é só com o sono", mas com o controlo da obesidade, a redução do colesterol e com atividade física.

Meira e Cruz citou um estudo realizado em 2012, que envolveu 31 doentes que foram submetidos a polissonografia, um exame de referência para estudo do sono.

O especialista e co­autor do estudo explicou que quando comparados dois grupos de não diabéticos, um com elevação da glicemia em jejum (indicador precoce de disfunção no metabolismo da glicose), e outro sem essa alteração, verificou-se que os doentes do grupo com valores elevados demoravam mais tempo a adormecer e muitos preenchiam critérios clínicos de insónia.

O estudo observou que "à medida que o tempo de sono profundo diminuiu, aumentaram os níveis de glicemia em jejum".

"Embora um estudo não dite regras, o que impressionou neste trabalho foram as alterações que se registaram naquela etapa que é o início da doença metabólica conhecida por diabetes, ainda por cima, num grupo que é relativamente negligenciado do ponto de vista clínico, porque é considerado normal", sublinhou.

Advertiu ainda que "o impacto da privação de sono é mais grave em doenças que, para além de fragmentarem o sono, interferem diretamente com o metabolismo através dos seus fatores de risco, como sucede nas perturbações respiratórias associadas ao sono".

Muitas vezes as pessoas esquecem-se da importância de dormir bem: "As pessoas trabalham cada vez mais, até mais tarde" os jovens "ficam frequentemente até altas horas" a estudarem ou a divertirem-se, "comprometendo o sono, porque o despertador toca à mesma hora".

Estes descuidos têm impactos na saúde, sobretudo à medida que a idade avança, disse Meira e Cruz, sublinhando que comorbidades como a obesidade, a hipertensão arterial e a diabetes potenciam alterações de sono, que "vale a pena prevenir ou travar o mais cedo possível".

Além de maus comportamentos, existem outras alterações que condicionam o processo de sono, como a síndrome de apneia obstrutiva do Sono, que atinge cerca de 17% dos homens e 9% das mulheres.

  • Mais de um milhão de portugueses sofre de diabetes
    1:09

    País

    Segundo o último relatório do Observatório Nacional , mais de um milhão de portugueses sofre de diabetes. Esta é uma doença que afeta mais homens que mulheres. De acordo com os números divulgados esta semana, cada vez mais pessoas sofrem de diabetes do tipo dois mas as mortes diminuíram.

  •  Detetados cerca de 150 novos casos de diabetes por dia em 2014

    País

    A prevalência da diabetes em Portugal voltou a aumentar em 2014, atingindo mais de 13% da população, assim como aumentaram os internamentos destes doentes e os casos de diabetes gestacional, revela o relatório anual da diabetes, hoje divulgado. O documento sublinha que em 2014 foram detetados cerca de 150 novos casos de diabetes por dia e que quase metade dos doentes com diabetes (40%) não sabe que tem a doença, permitindo a sua progressão silenciosa e das suas complicações.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.