sicnot

Perfil

País

Novos donos da TAP reúnem hoje à tarde com trabalhadores

Os novos donos da TAP reúnem-se hoje com os trabalhadores do grupo pelas 14:30, no refeitório das instalações da companhia, em Lisboa, um dia depois da assinatura do contrato que passou a maioria do capital para o consórcio Gateway.

© Hugo Correia / Reuters

"Na sequência da conclusão do processo de reprivatização da TAP assinada com o agrupamento Atlantic Gateway, convidam-se todos os trabalhadores a participar em reunião com representantes dos novos acionistas, que se realiza sexta-feira, dia 13 de novembro, pelas 14h30, no refeitório geral, na sede da companhia, em Lisboa", lê-se na comunicação enviada aos trabalhadores do grupo TAP, a que a Lusa teve acesso.

A Parpública anunciou na quinta-feira à noite a assinatura do acordo de conclusão da venda direta de 61% do capital da TAP ao consórcio Gateway, detido pelos empresários Humberto Pedrosa e David Neeleman.

No âmbito do acordo assinado está prevista a injeção de 150 milhões de euros de imediato na TAP, que, segundo o atual presidente do Conselho de Administração, Fernando Pinto, vão permitir fazer face a necessidades imediatas de tesouraria da empresa.

O consórcio ainda tem que provar ao regulador que o empresário Humberto Pedrosa lidera o consórcio e obter 'luz verde' do Tribunal de Contas.

A 13 de outubro, a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) deu parecer positivo à venda da TAP ao consórcio Gateway, mas pediu esclarecimentos sobre a estrutura acionista do consórcio comprador, para verificar se ela é controlada pelo português Humberto Pedrosa, como as regras europeias impõem.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • Manifestações de apoio aos pais de Alfie impedidos de o levar para Itália
    3:03

    Mundo

    A justiça britânica rejeitou um novo recurso dos pais do bebé Alfie, que está em estado semivegetativo. O objetivo era levar o menino para Itália, para ser assistido numa unidade pediátrica no Vaticano. Os pais não querem que as máquinas sejam desligadas, mas os médicos defendem que os tratamentos são inúteis.