sicnot

Perfil

País

Novos donos da TAP reúnem hoje à tarde com trabalhadores

Os novos donos da TAP reúnem-se hoje com os trabalhadores do grupo pelas 14:30, no refeitório das instalações da companhia, em Lisboa, um dia depois da assinatura do contrato que passou a maioria do capital para o consórcio Gateway.

© Hugo Correia / Reuters

"Na sequência da conclusão do processo de reprivatização da TAP assinada com o agrupamento Atlantic Gateway, convidam-se todos os trabalhadores a participar em reunião com representantes dos novos acionistas, que se realiza sexta-feira, dia 13 de novembro, pelas 14h30, no refeitório geral, na sede da companhia, em Lisboa", lê-se na comunicação enviada aos trabalhadores do grupo TAP, a que a Lusa teve acesso.

A Parpública anunciou na quinta-feira à noite a assinatura do acordo de conclusão da venda direta de 61% do capital da TAP ao consórcio Gateway, detido pelos empresários Humberto Pedrosa e David Neeleman.

No âmbito do acordo assinado está prevista a injeção de 150 milhões de euros de imediato na TAP, que, segundo o atual presidente do Conselho de Administração, Fernando Pinto, vão permitir fazer face a necessidades imediatas de tesouraria da empresa.

O consórcio ainda tem que provar ao regulador que o empresário Humberto Pedrosa lidera o consórcio e obter 'luz verde' do Tribunal de Contas.

A 13 de outubro, a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) deu parecer positivo à venda da TAP ao consórcio Gateway, mas pediu esclarecimentos sobre a estrutura acionista do consórcio comprador, para verificar se ela é controlada pelo português Humberto Pedrosa, como as regras europeias impõem.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.