sicnot

Perfil

País

Responsável indonésio quer piranhas e tigres, além de crocodilos, a guardar prisão

Um responsável indonésio, ridicularizado nas redes sociais pela proposta de construção de uma prisão para traficantes de droga numa ilha guardada por crocodilos, propôs juntar piranhas e tigres para impedir as fugas.

Budi Waseso declarou que os répteis, ao contrário dos humanos, não cedem a tentativas de corrupção de traficantes que pretendam fugir

Budi Waseso declarou que os répteis, ao contrário dos humanos, não cedem a tentativas de corrupção de traficantes que pretendam fugir

© Antara Photo Agency / Reuters

Ao explicar esta semana a ideia dos crocodilos como guardas prisionais, o chefe da agência indonésia de luta contra os estupefacientes (BNN), Budi Waseso, declarou que os répteis, ao contrário dos humanos, não cedem a tentativas de corrupção de traficantes que pretendam fugir.

Pouco impressionado com as reações desencadeadas pela ideia, Waseso acrescentou que, além dos crocodilos guardas prisionais, gostaria também de ver tigres e piranhas.

"É também possível recorrer a piranhas e, devido a um reduzido número de funcionários prisionais, também podemos usar tigres", declarou Waseso, citado por 'media' locais.

Um porta-voz da BNN, Slamet Pribadi, confirmou hoje esta proposta e respondeu às dúvidas sobre o projeto de Waseso: "É uma proposta séria, não é uma brincadeira. O tráfico de droga é um crime extraordinário, é por isso que a luta [antidroga] também deve ser extraordinária".

A Indonésia tem dezenas de condenados à pena de morte por tráfico de droga.

Apesar das leis que proíbem os estupefacientes na Indonésia serem das mais severas do mundo, a droga circula sem problemas nas prisões. Detidos, guardas e polícias são regularmente detidos por infrações, nomeadamente corrupção.

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.