sicnot

Perfil

País

Cavaco recebido com manifestação à porta do parlamento da Madeira

O Presidente da República, Cavaco Silva, foi hoje recebido com palavras e ordem, apupos e insultos por cerca de cinco dezenas de manifestantes, no Funchal, junto à Assembleia Legislativa da Madeira, última etapa da visita de dois dias à região.

Presidente da República, Cavaco Silva, fala aos jornalistas no Aeroporto Internacional da Madeira.

Presidente da República, Cavaco Silva, fala aos jornalistas no Aeroporto Internacional da Madeira.

HOMEM DE GOUVEIA

"Cavaco, escuta, o povo está na luta" gritaram os manifestantes, entre assobios e palavrões, assim que o chefe de Estado chegou ao edifício, à volta do qual fora montada grande uma barreira policial, que mobilizou dezenas de agentes.

O Presidente da República, que se deslocou ao parlamento madeirense para uma receção oficial, entrou, no entanto, pelo lado oposto àquele onde se encontravam os manifestantes, convocados pela União dos Sindicatos da Madeira (USAM), entre os quais estavam alguns dirigentes regionais da CDU e do BE.

"Entrou pela outra porta. Parece que continua a ter medo e aversão aos trabalhadores", disse ao microfone Pedro Carvalho, um dos líderes da USAM.

O dirigente sindical acusou o Presidente da República de ser "mandatário dos interesses do grande capital e da 'troika' estrangeira", bem como de "fazer passar leis contra os direitos dos trabalhadores e do povo".

Pedro Carvalho disse, ainda, que a atuação de Cavaco Silva constitui "um exemplo assumido de confronto com a Constituição da República Portuguesa".

O sindicalista realçou, por outro lado, algumas das reivindicações da USAM, entre as quais constam propostas já assumidas pelo Partido Socialista, no caso de vir a formar governo com o apoio da CDU e do BE, tais como aumento da salário mínimo para 600 euros, fim dos cortes salariais, aumento anual das reformas e pensões e melhoria das prestações sociais.

O Presidente da República visitou a Região Autónoma da Madeira no âmbito da 7.ª jornada do Roteiro para a Economia Dinâmica.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.