sicnot

Perfil

País

Manuel Champalimaud passa a deter 5,20% dos CTT

O empresário Manuel Carlos de Mello Champalimaud passou a deter uma participação qualificada de 5,20% no capital social dos CTT - Correios de Portugal, informou hoje a entidade em comunicado enviado ao supervisor do mercado.

O responsável é o presidente da Gestmin, um 'family office' (empresa familiar) que, após uma série recente de compras de títulos dos CTT, passou a deter 5,18% da companhia, aos quais se somam os 0,02% detidos diretamente por Manuel Champalimaud.

No total, a participação qualificada nos CTT imputável, direta e indiretamente, ao empresário passou a ser de 7,8 milhões de ações, isto é, 5,20% dos direitos de voto e do capital social.

Lusa

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Turista italiano assassinado em favela do Rio de Janeiro
    1:01

    Mundo

    Um turista italiano de 52 anos foi assassinado numa favela do Rio de Janeiro, no Brasil, enquanto viajava com um amigo. Após várias horas com o gangue autor do crime, o amigo que se encontrava com a vítima acabou por ser libertado.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47