sicnot

Perfil

País

Governo de Passos sai de cena ao fim de 28 dias

Governo de Passos sai de cena ao fim de 28 dias

O dia de hoje marca o fim do Governo mais curto da história da Democracia portuguesa. Foi demitido 11 dias depois de tomar posse e sai de cena ao fim de 28 dias.

  • Santana elogia trabalho de Passos mas diz que é hora de começar "novo filme"
    1:35

    País

    António Vitorino diz que agora os tempos ainda são de muito agitação, depois a questão é só uma: quem saberá ganhar o espaço político do centro? A esquerda ou a direita? A análise à indigitação de António Costa foi feita esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias, que também contou com Santana Lopes. O antigo primeiro-ministro elogiou Passos Coelho, mas admitiu que está na altura de começar um novo filme.

  • Passos espera que Costa se demita quando precisar do PSD
    1:54

    Novo Governo

    Passos Coelho admite que a devolução da sobretaxa do IRS vai ficar abaixo do esperado. Ontem à noite, em entrevista à RTP, o primeiro-ministro anunciou que Marcelo Rebelo de Sousa deverá ter apoio do PSD antes do Natal e avisou António Costa que se algum dia se desentender com os partidos de esquerda, só tem um caminho: a demissão.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.