sicnot

Perfil

País

Portugal 3º país europeu com menos emissões CO2 nos novos carros

Em Portugal compraram-se, o ano passado, 142 novos automóveis e as opções escolhidas colocaram o país em terceiro lugar na União Europeia na média de emissões de dióxido de carbono por quilómetro (CO2/km2), segundo um relatório.

Arquivo SIC

O relatório técnico da Agência Europeia do Ambiente mostra que - depois da Holanda (107 gr CO2/km) e da Grécia (108 gr CO2/km) - Portugal, com 108,8 gr CO2/km, estava em 2014 no terceiro lugar em termos de eficiência dos novos automóveis.

Em 2013, as emissões dos automóveis foram de 112,2 gr CO2/km e em 2012 de 117,6.

No total, foram registados, no ano passado, 142 automóveis novos, mantendo-se a tendência de crescimento registada desde 2013 (105), depois de em 2012 ter caído para 95, face aos 154 do ano anterior.

Portugal, segundo a Agência Europeia do Ambiente, teve em 2014, face ao ano anterior, a maior subida de registos de novos carros (35%), seguindo-se a Irlanda (29%) e a Croácia (24%), enquanto as maiores quebras se observaram na Holanda (-8%) e Áustria (-5%).

Na média da União Europeia, foram registados mais 6% de carros em 2014 do que em 2013.

Já no que respeita aos furgões, Portugal está em primeiro lugar em termos de eficiência, com os 24 veículos novos comprados em 2014 -- mais sete do que em 2013 - a registarem uma média de 144,8 gramas de CO2/km, seguindo-se Malta (145,4 gr CO2/km) e a Bulgária (149,2 gr CO2/km).

Os 144,8 gr de CO2/km de 2014 comparam com os 150,9 de 2013 e os 154,2 de 2012.

O registo de novos furgões já tinha aumentado em 2013 (17) face a 2012 (13).

O relatório analisa ainda os impostos e taxas aplicados sobre o setor, sendo que Portugal -- tal como a Dinamarca, Grécia e Holanda -- tem um sistema em que os veículos com maiores emissões de CO2 pagam mais, seja no ato do registo, seja anualmente pela circulação.

Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Mais de duas mil pessoas retiradas do fogo junto ao parque Doñana, no Sul de Espanha

    Mundo

    O incêndio florestal começou ainda na noite deste sábado na aldeia de Las Peñuelas de Moguer, na província de Huelva e obrigou à evacuação de várias localidades e à retirada de mais de duas mil pessoas, de vários alojamentos turísticos (incluindo o Parador de Mazagon, dois parques de campismo e um hotel). Foi ainda ativado o plano de emergência da província.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.