sicnot

Perfil

País

Portugal 3º país europeu com menos emissões CO2 nos novos carros

Em Portugal compraram-se, o ano passado, 142 novos automóveis e as opções escolhidas colocaram o país em terceiro lugar na União Europeia na média de emissões de dióxido de carbono por quilómetro (CO2/km2), segundo um relatório.

Arquivo SIC

O relatório técnico da Agência Europeia do Ambiente mostra que - depois da Holanda (107 gr CO2/km) e da Grécia (108 gr CO2/km) - Portugal, com 108,8 gr CO2/km, estava em 2014 no terceiro lugar em termos de eficiência dos novos automóveis.

Em 2013, as emissões dos automóveis foram de 112,2 gr CO2/km e em 2012 de 117,6.

No total, foram registados, no ano passado, 142 automóveis novos, mantendo-se a tendência de crescimento registada desde 2013 (105), depois de em 2012 ter caído para 95, face aos 154 do ano anterior.

Portugal, segundo a Agência Europeia do Ambiente, teve em 2014, face ao ano anterior, a maior subida de registos de novos carros (35%), seguindo-se a Irlanda (29%) e a Croácia (24%), enquanto as maiores quebras se observaram na Holanda (-8%) e Áustria (-5%).

Na média da União Europeia, foram registados mais 6% de carros em 2014 do que em 2013.

Já no que respeita aos furgões, Portugal está em primeiro lugar em termos de eficiência, com os 24 veículos novos comprados em 2014 -- mais sete do que em 2013 - a registarem uma média de 144,8 gramas de CO2/km, seguindo-se Malta (145,4 gr CO2/km) e a Bulgária (149,2 gr CO2/km).

Os 144,8 gr de CO2/km de 2014 comparam com os 150,9 de 2013 e os 154,2 de 2012.

O registo de novos furgões já tinha aumentado em 2013 (17) face a 2012 (13).

O relatório analisa ainda os impostos e taxas aplicados sobre o setor, sendo que Portugal -- tal como a Dinamarca, Grécia e Holanda -- tem um sistema em que os veículos com maiores emissões de CO2 pagam mais, seja no ato do registo, seja anualmente pela circulação.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.