sicnot

Perfil

País

Temperaturas mínimas descem até cinco graus no domingo

As temperaturas mínimas vão descer no domingo entre três a cinco graus Celsius, prevendo-se também céu pouco nublado ou limpo e formação de geada, disse hoje à agência Lusa a meteorologista Maria João Frada.

© Rafael Marchante / Reuters

"Até sábado não vamos ter alterações significativas no estado do tempo, mas no domingo estamos a prever uma descida da temperatura mínima da ordem dos três a cinco graus, sobretudo nas regiões do interior", disse à Lusa a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Maria João Frada, as máximas não vão sofrer alterações, prevendo-se que sejam entre 10 e 13 graus nas regiões do interior e entre 15 e 18 no litoral, Alentejo e Algarve.

"Para os próximos dias vamos ter tempo seco, céu pouco nublado ou limpo, acentuado arrefecimento noturno com formação de geada, em especial nas regiões do interior norte e centro. Podemos ter pontualmente neblinas ou nevoeiros matinais, mas que vão dissipar-se", adiantou.

Maria João Frada contou que hoje ainda está previsto vento forte, que tenderá a diminuir gradualmente até domingo.

"A tendência para o início de semana é igual, ou seja, tempo seco, sem precipitação, temperaturas mínimas baixas, céu pouco nublado ou limpo e formação de geada e neblinas em algumas zonas do país", disse.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade nas regiões norte e centro, em especial durante a manhã, e vento fraco a moderado de noroeste, soprando moderado a forte, com rajadas até 65 quilómetros por hora no litoral oeste e até 85 quilómetros por hora nas terras altas.

Está também prevista neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do país e condições favoráveis à formação de geada em zonas das regiões do interior norte e centro.

Na Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, aguaceiros fracos nas vertentes norte e terras altas até ao início da manhã e vento moderado de nordeste, soprando forte com rajadas até 85 quilómetros por hora nas terras altas.

Para os Açores prevê-se períodos de céu muito nublado com boas abertas, aguaceiros fracos e dispersos nos grupos ocidental (Flores e Corvo) e oriental (Santa Maria e São Miguel) e vento de leste bonançoso a moderado.

Quanto às temperaturas hoje, em Lisboa vão variar entre 13 e 18 graus Celsius, no Porto entre 8 e 17, em Vila Real entre 4 e 15, em Viseu entre 5 e 16, em Bragança entre 2 e 15, na Guarda entre 5 e 11, em Coimbra entre 7 e 15, em Castelo Branco entre 5 e 18, em Santarém entre 11 e 19, em Évora entre 6 e 18, em Beja entre 8 e 18, em Faro entre 10 e 20, no Funchal entre 17 e 22, em Ponta Delgada entre 14 e 18, em Angra do Heroísmo entre 13 e 18 e em Santa Cruz das Flores entre 15 e 19.

Lusa

  • Vídeo 360º: nos céus de Lisboa como nunca esteve

    País

    Três Alpha Jet da Força Aérea Portuguesa estiveram presentes sobre o Jamor, durante a final da Taça entre o Benfica e o Vitória de Guimarães. A SIC e o Expresso acompanharam a passagem das aeronaves através da colocação de câmaras 360º no cockpit de duas delas.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • Gelado de champanhe no centro de mais uma polémica que envolve Ivanka Trump 

    Mundo

    A filha do Presidente Donald Trump está envolvida em mais uma polémica depois de uma publicação da sua marca no Twitter durante o Memorial Day, assinalado esta segunda-feira. Feriado nacional nos Estados Unidos, criado após a Guerra Civil, a data presta homenagem aos militares americanos que morreram em combate. Um dia solene, no qual muitos acolheram mal a dica da marca da atual conselheira da Casa Branca: "Façam gelados de champanhe".

  • Morreu Yoshe Oka, a "hibakusha" que avisou o Japão sobre o ataque a Hiroshima

    Mundo

    Yoshe Oka, a primeira sobrevivente de Hiroshima que informou por telefone as autoridades japonesas sobre a destruição da cidade, em 1945, morreu com 86 anos, vítima de cancro, revelou hoje a família. A "hibakusha", nome pelo qual são conhecidos os sobreviventes dos ataques a Hiroshima e Nagasaki, sofria de doenças relacionadas com os efeitos do bombardeamento. Apesar das consequências do ataque, Oka difundiu, ao longo da vida, a experiência sobre o bombardeamento tendo participado em inúmeros atos pacifistas.