sicnot

Perfil

País

Vandalizada sede de candidatura de Sampaio da Nóvoa na Marinha Grande

A sede de candidatura de Sampaio da Nóvoa na Marinha Grande, que é inaugurada no domingo pelo candidato presidencial, foi vandalizada hoje por desconhecidos, tendo a ocorrência sido comunicada às autoridades, disse à Lusa a mandatária concelhia.

MANUEL DE ALMEIDA

Segundo Isabel Rocha, o vidro da frente do espaço onde irá funcionar a sede de candidatura, que só na quinta-feira foi identificado como tal, onde estava colado um cartaz de grandes dimensões com a cara do ex-reitor da Universidade de Lisboa, foi estilhaçado devido ao arremesso de pedras que visaram mesmo o rosto do candidato.

"Aqui na Marinha Grande nunca houve indicações de vandalização de sedes partidárias, pelo que fiquei de facto incomodada e surpreendida", disse Isabel Rocha à agência Lusa.

O ato visou única e exclusivamente a sede de candidatura de Sampaio da Nóvoa já que esta fica localizada no centro da cidade num espaço comercial onde há lojas abertas e outras abandonadas sem que qualquer destes espaços tenha sido alvo de atos de vandalismo, precisou.

"Ontem [sexta-feira] estive no local e estava tudo normal e hoje de manhã quando voltei ao espaço, por volta das 11:00, é que me deparei com um dos vidros todo estilhaçado e no interior da sede ainda está a pedra que foi atirada contra o vidro que só não ficou mais estilhaçado porque o cartaz ajudou a amortecer o impacto", disse.

A mandatária de Sampaio da Nóvoa acrescentou que a PSP tomou conta da ocorrência, que deu origem a um inquérito por se tratar de crime público, tendo a Polícia de Segurança Pública que notificar a Comissão Nacional de Eleições.

Sampaio da Nóvoa desloca-se no domingo à Marinha Grande para inaugurar a sede de candidatura, às 19:00, uma hora depois de os apoiantes deste candidato à presidência da República lhe promoverem uma receção na feira de artesanato e gastronomia, a decorrer por parque municipal de exposições da cidade, referiu Isabel Rocha.

A inauguração do espaço não está em causa apesar do ocorrido, concluiu.

Lusa

  • Hoje é notícia 

    País

    O PSD leva a debate parlamentar a reprogramação do atual quadro comunitário, desafiando os partidos a pronunciarem-se sobre a proposta inicial do Governo, que considera "não servir o país". Os parceiros sociais e o Governo reúnem-se na Concertação Social para discutirem o Programa Nacional de Reformas. O Sporting de Braga procura alcançar o Sporting no 3º lugar da I Liga, ao defrontar o Marítimo na abertura da 31.ª jornada. Estas e outras notícias marcam a atualidade desta sexta-feira.

  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01

    País

    Dezassete anos depois, Lisboa vai ter as primeiras salas de consumo assistido, vulgarmente conhecidas como salas de chuto. O objetivo é apoiar os mais de 1400 toxicodependentes sinalizados e evitar a propagação de doenças.

  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC