sicnot

Perfil

País

Vandalizada sede de candidatura de Sampaio da Nóvoa na Marinha Grande

A sede de candidatura de Sampaio da Nóvoa na Marinha Grande, que é inaugurada no domingo pelo candidato presidencial, foi vandalizada hoje por desconhecidos, tendo a ocorrência sido comunicada às autoridades, disse à Lusa a mandatária concelhia.

MANUEL DE ALMEIDA

Segundo Isabel Rocha, o vidro da frente do espaço onde irá funcionar a sede de candidatura, que só na quinta-feira foi identificado como tal, onde estava colado um cartaz de grandes dimensões com a cara do ex-reitor da Universidade de Lisboa, foi estilhaçado devido ao arremesso de pedras que visaram mesmo o rosto do candidato.

"Aqui na Marinha Grande nunca houve indicações de vandalização de sedes partidárias, pelo que fiquei de facto incomodada e surpreendida", disse Isabel Rocha à agência Lusa.

O ato visou única e exclusivamente a sede de candidatura de Sampaio da Nóvoa já que esta fica localizada no centro da cidade num espaço comercial onde há lojas abertas e outras abandonadas sem que qualquer destes espaços tenha sido alvo de atos de vandalismo, precisou.

"Ontem [sexta-feira] estive no local e estava tudo normal e hoje de manhã quando voltei ao espaço, por volta das 11:00, é que me deparei com um dos vidros todo estilhaçado e no interior da sede ainda está a pedra que foi atirada contra o vidro que só não ficou mais estilhaçado porque o cartaz ajudou a amortecer o impacto", disse.

A mandatária de Sampaio da Nóvoa acrescentou que a PSP tomou conta da ocorrência, que deu origem a um inquérito por se tratar de crime público, tendo a Polícia de Segurança Pública que notificar a Comissão Nacional de Eleições.

Sampaio da Nóvoa desloca-se no domingo à Marinha Grande para inaugurar a sede de candidatura, às 19:00, uma hora depois de os apoiantes deste candidato à presidência da República lhe promoverem uma receção na feira de artesanato e gastronomia, a decorrer por parque municipal de exposições da cidade, referiu Isabel Rocha.

A inauguração do espaço não está em causa apesar do ocorrido, concluiu.

Lusa

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à União Europeia e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta dos partidos para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido qualquer perdão de dívida, ao contrário do que os partidos mais à esquerda chegaram a defender.

  • Antigos ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal diz que foi mero acidente 
    2:00
  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre após a cirurgia

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.