sicnot

Perfil

País

António Costa em Bruxelas para a sua primeira cimeira de líderes da UE

O primeiro-ministro, António Costa, encontra-se hoje em Bruxelas para participar numa reunião dos chefes de Estado e de Governo da União Europeia com a Turquia sobre migrações, o seu primeiro Conselho Europeu, três dias após ter tomado posse.

ANT\303\223NIO COTRIM

A curta cimeira de hoje -- a carta convite dirigida aos líderes da UE estima que a reunião dure apenas três horas, entre as 16:00 e as 19:00 locais (menos uma em Lisboa) -- visa tratar do fortalecimento da cooperação entre o bloco europeu e a Turquia para ume melhor gestão dos fluxos migratórios, devendo ser oficializado um fundo de 3 mil milhões de euros que a União oferecerá a Ancara em troca da sua ajuda gerir os fluxos de refugiados oriundos da Síria.

Os líderes da UE discutirão com o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, o plano de ação conjunto UE/Turquia sobre migração, assim como o avanço no processo de facilitação de vistos, a implementação de acordos de readmissão e o retomar do diálogo sobre o processo de adesão da Turquia à UE, outras contrapartidas que a UE apresenta a Ancara para ter o seu apoio na crise de refugiados.

Depois da cimeira de Bruxelas, o novo chefe de Governo rumará a Paris, na segunda-feira, para o seu segundo compromisso internacional nas novas funções, a abertura da Conferência da ONU sobre o Clima.

Lusa

  • Executivo tem 90 dias para fazer chegar o Orçamento ao Parlamento
    2:02

    Novo Governo

    O Governo garante que o Orçamento do Estado para 2016 será apresentado assim que possível. É a garantia do gabinete do primeiro-ministro, depois de o Diário de Notícias ter avançado hoje que António Costa admite só enviar o Orçamento para Belém em março, quando já tiver tomado posse o novo Presidente da República. o Executivo tem 90 dias para fazer chegar o Orçamento ao Parlamento, mas Centeno diz que é possível apresentá-lo antes.

  • DIRETO: Célula terrorista preparava grande atentado na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das vítimas mortais do atentado em Barcelona era de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. A polícia procura quatro jovens e há outras quatro detenções confirmadas. Os autores dos ataques na Catalunha, que mataram 14 pessoas e feriram 140, pertenciam ao mesmo grupo. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35

    Ataque em Barcelona

    Em Cambrils, também na Catalunha, foram mortos cinco alegados terroristas que atropelaram várias pessoas, uma morreu e seis ficaram feridas, quando escapavam a uma perseguição policial, esta madrugada. As autoridades investigam uma eventual relação entre os dois atentados. Nota: chamamos à atenção para a violência das imagens, que podem chocar os espetadores mais sensíveis.

  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55

    País

    As temperaturas altas e o vento forte estão a provocar reacendimentos em Mação. No terreno mantêm-se cerca de 800 bombeiros, numa altura que que há receio que as chamas voltem a ficar ativas, como explica o repórter Rui Carlos Teixeira.