sicnot

Perfil

País

PCP quer "imediata abolição" das portagens na A23

O PCP apresentou um projeto de resolução através do qual defende a "imediata abolição" da cobrança de taxas de portagem em toda a extensão da autoestrada da Beira Interior (A23), foi hoje anunciado.

(Lusa)

(Lusa)

Arménio Belo

No projeto de resolução enviado hoje à agência Lusa, o PCP quer que a Assembleia da República se pronuncie "pela imediata abolição da cobrança de taxas de portagem em toda a extensão da A23", uma autoestrada que atravessa os distritos da Guarda, Castelo Branco, Portalegre e Santarém e que permite a ligação entre Torres Novas e a Guarda.

Os comunistas sustentam que a não aplicação de portagens nas chamadas vias scut (vias sem custo para os utilizadores) "foi sempre justificada com a necessidade de compensar as regiões do interior do país com medidas de discriminação positiva tendo em conta as manifestas assimetrias regionais existentes".

"Acontece que a introdução de portagens na A23 tem tido consequências profundamente negativas para as populações e para o tecido económico das regiões atingidas", lê-se no documento.

O PCP sublinha ainda que as regiões do interior sofrem "uma dupla discriminação" e adianta que "essas portagens oneram de uma forma desproporcionada e injusta as populações e as empresas dos distritos de Santarém, Portalegre, Castelo Branco e Guarda".

A acrescentar a tudo isto, sustentam que "não há alternativas à A23".

"Em diversos troços, a A23 foi construída sobre os anteriores itinerários tornando inevitável a sua utilização. Em outros troços, a não utilização da A23 obriga à circulação pelo interior das localidades. Em outros troços ainda, evitar a A23 obriga a circular em estradas quase intransitáveis", refere o documento.

Por último, os comunistas referem também que a introdução de portagens na A23 "tem suscitado um generalizado repúdio por parte das populações, autarquias e associações empresariais afetadas".

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.