sicnot

Perfil

País

Tripulação combate fogo a bordo de barco a 15 milhas da Nazaré

Seis pescadores de um arrastão que se incendiou ao largo de Pedra do Ouro, a Noroeste da Nazaré estão a tentar controlar as chamas na embarcação para que possa ser rebocada, informou a Capitania do Porto da Nazaré.

Vitor Estrelinha

"Os pescadores seguiram as indicações de segurança que lhes transmitimos e encontram-se todos bem e a tentar controlar o fogo para minimizar os danos na embarcação", disse à agência Lusa o comandante do Porto da Nazaré, Gomes Agostinho.

Segundo o mesmo responsável "o espaço das máquinas [onde deflagrou o incêndio] foi isolado para conter as chamas" que estão a ser combatidas a bordo pela tripulação, encontrando-se a embarcação da Estação Salva-vidas do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) da Nazaré nas proximidades para responder à "eventual necessidade de resgatar os pescadores".

De acordo com Gomes Agostinho, a Autoridade Marítima foi alertada cerca das 08:45 para o incêndio a bordo da embarcação "Mar da Galega", um arrastão com 24 metros registado no Porto de Leixões.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria informara anteriormente que os pescadores já teriam sido resgatados e estariam a ser transportados para o Porto da Nazaré, mas de acordo com o comandante da Capitania, "não houve essa necessidade", apesar de a embarcação salva-vidas estar a acompanhar o incêndio e pronta a transportar a tripulação.

As chamas deflagraram na zona das máquinas, onde "há muito material combustível" quando a embarcação navegava a 15 milhas (perto de 30 quilómetros) da costa, a noroeste da Nazaré.

"Tivemos sempre comunicações e indicámos à tripulação que envergassem os coletes salva-vidas e se posicionassem de forma a efetuar o disparo da balsa em caso de necessidade, o que, à chegada da embarcação do ISN confirmámos ter sido feito", explicou Gomes Agostinho.

Após o combate às chamas, a embarcação será rebocada "por forma a não constituir perigo para a navegação", afirmou o mesmo responsável.

Lusa

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50