sicnot

Perfil

País

Jerónimo acusa PSD/CDS-PP de "guerrilha política" e alerta para "surpresas desagradáveis"

O secretário-geral do PCP acusou hoje a oposição PSD/CDS-PP de se dedicar à "guerrilha política", sem aceitar a expressão popular dos portugueses nas urnas, e alertou para eventuais "surpresas desagradáveis" deixadas pelos executivos anteriores.

Lusa

Lusa

MIGUEL A. LOPES

"A precariedade do trabalho e da própria vida de milhares de portugueses continuam a ser desprezadas por PSD e CDS, que preferem alimentar uma estéril guerrilha política", afirmou Jerónimo de Sousa, no primeiro de dois dias de debate parlamentar sobre o programa do XXI Governo Constitucional, liderado pelo socialista António Costa.

O líder comunista sublinhou que os partidos que formaram os dois anteriores executivos recusam "aceitar essa expressão popular", de terem perdido cerca de 700 mil votos, "um CDS inteiro", e avisou para eventuais "surpresas desagradáveis" como os problemas com os cálculos de devolução da sobretaxa do IRS, o nível de execução orçamental ou suposto "buraco" financeiro no Banif.

Lusa

  • Corrida à Agência Europeia Medicamento "não é fácil", admite Costa
    0:50

    Brexit

    António Costa confirmou a apresentação da candidatura para a transferência da agência europeia do medicamento de Londres para Portugal. À margem da cimeira extraordinário sobre o Brexit, o primeiro-ministro salientou a importância da instalação do instituto no país para reforçar a competitividade no setor