sicnot

Perfil

País

GNR deteve homem em Trancoso com sete quilogramas de explosivos e armas ilegais

A GNR anunciou hoje a detenção de um homem de 62 anos, reformado, por posse ilegal de armas, munições e sete quilogramas de explosivos, em Trancoso, no distrito da Guarda.

Fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda adiantou à agência Lusa que o homem foi hoje detido por elementos do Núcleo e Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Pinhel no cumprimento de mandados de busca.

O suspeito estava na posse de sete quilogramas de explosivo gelamonite (um total de 52 velas), 127 detonadores normais, seis detonadores elétricos, dois foguetes, 110 metros de cordão detonante e 65 metros de cordão detonante lento.

A fonte da GNR indicou que, devido à existência do material explosivo, foi chamada ao local a equipa de Inativação de Engenhos Explosivos do Comando Territorial da Guarda.

As autoridades policiais estão a investigar "os motivos da posse do material explosivo, bem como a sua origem", adiantou.

Na mesma operação, a GNR também apreendeu uma caçadeira, uma arma de fogo calibre 6.35 milímetros (mm), um aerossol de defesa, 11 cartuchos e 10 balas de calibre 12 mm, 10 zagalotes e 45 munições de calibre 6.35 mm.

O detido vai ser presente na sexta-feira ao tribunal de Trancoso para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventual medida de coação.

Lusa

  • Lixo, para que te quero?
    23:17
  • Tuk-tuk em protesto oferecem hoje passeios gratuitos em Lisboa

    País

    A Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE) promove hoje a iniciativa "Cá vai Lisboa", com passeios gratuitos de tuk-tuk, para alertar a população para a "problemática" regulamentação municipal deste tipo de veículos.

  • Ricardo Robles apresentado como candidato do BE a Lisboa
    1:31

    Autárquicas 2017

    Ricardo Robles foi formalmente apresentado este sábado como candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa. No encerramento da convenção autárquica do partido, Catarina Martins fez críticas ao Governo, dizendo que o projeto de descentralização do Executivo é perigoso e ameaça a democracia.

  • Pavilhão Carlos Lopes esteve encerrado durante 14 anos
    2:27