sicnot

Perfil

País

Líder parlamentar do PCP aproveita atraso de Paulo Portas para ironizar

O líder parlamentar do PCP aproveitou hoje um atraso do presidente do CDS-PP, Paulo Portas, para ironizar com "uma resposta comunista", frisando que sociais-democratas e democratas-cristãos foram as únicas forças políticas a perder nas eleições legislativas.

João Oliveira, líder parlamentar do PCP.

João Oliveira, líder parlamentar do PCP.

TIAGO PETINGA/ LUSA

No segundo dia do debate parlamentar sobre o programa do Governo socialista, apoiado por BE, PCP e PEV, João Oliveira foi convidado a discursar na vez do líder centrista pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, uma vez que o orador do CDS-PP não se encontrava no hemiciclo na altura devida.

"Para as faltas do CDS, há sempre uma resposta comunista", declarou o deputado comunista assim que chegou à tribuna, motivando risos, em concreto nas bancadas da esquerda. João Oliveira terminaria ainda o discurso louvando o programa do novo executivo por dar respostas concretas aos problemas urgentes dos portugueses, "a tempo, ao contrário das intervenções do CDS".

O presidente do grupo parlamentar do PCP acusou PSD/CDS-PP e seus governos de terem "alcançado uma única meta, que foi falhar todas as metas" em termos de objetivos estatísticos na economia.

"PSD e CDS limitam-se a repetir a mesma ladainha da sua vitória nas eleições e direito divino a governar. É uma questão de aritmética, 107 [deputados] são menos do que 122", afirmou.

João Oliveira reconheceu que, antes do sufrágio de 04 de outubro, os partidos da direita "podiam mais que todos", embora agora "os dois podem mais que um, mas não podem mais do que quatro".

"Comparando a Assembleia da República de hoje e de 04 de outubro, quais foram as únicas forças políticas que perderam votos, percentagem, deputados e viram reduzida a sua expressão parlamentar? PSD/CDS. Se foram os únicos que perderam, não podem dizer que ganharam", disse.

O parlamentar comunista lamentou ainda que sociais-democratas e democratas-cristãos se tenham "preferido entreter com o que nunca foi escondido", ou seja, as diferenças programáticas e ideológicas entre PCP e PS.

Segundo João Oliveira, apesar de se tratar de um programa de Governo do PS, o documento permite a recuperação de rendimentos e direitos, bem como melhorias nos setores da saúde, educação, segurança social e cultura.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.