sicnot

Perfil

País

PAN traz a debate escola, pobreza infantil e planeta Terra

O deputado do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), André Silva, interveio hoje no debate sobre o programa de Governo lembrando o contributo da escola, lamentando a pobreza infantil e advertindo para a "causa comum" que deve ser defendida, o planeta Terra.

André Silva, deputado do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN)

André Silva, deputado do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN)

TIAGO PETINGA/ LUSA

"Para esse futuro construído agora, teremos de repensar o modo como nós, seres humanos, vivemos nas nossas sociedades", vincou o parlamentar, numa declaração de cerca de cinco minutos que o Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, destacou pelo escrupuloso cumprir do tempo.

André Silva disse que o PAN se apresenta no parlamento disponível para "construir uma sociedade mais justa e equilibrada", e foi perentório: "Não é uma utopia. Outro mundo é possível".

O parlamentar chamou a atenção para o flagelo da pobreza infantil em Portugal.

"Temos cerca de um terço das crianças em risco de pobreza hipotecando desde já parte considerável do seu potencial" e do potencial do país, advertiu.

A Assembleia da República conclui hoje a discussão do Programa do XXI Governo Constitucional, que terminará com o 'chumbo' pelas bancadas da esquerda da anunciada moção de rejeição a ser apresentada pelo PSD e pelo CDS-PP.

Menos de um mês depois do debate do programa do XX Governo, apoiado pela coligação PSD/CDS-PP, - que foi derrubado a 10 de novembro pela aprovação de uma moção de rejeição do PS, com o apoio da restante oposição -, o parlamento retomou hoje às 10:00 o debate iniciado na quarta-feira, e que só deverá terminar durante a tarde de hoje.

Para o segundo dia restam perto de três horas de debate, a que se somam o encerramento da discussão do Programa do Governo para o qual estão reservados mais 100 minutos.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.