sicnot

Perfil

País

PAN traz a debate escola, pobreza infantil e planeta Terra

O deputado do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), André Silva, interveio hoje no debate sobre o programa de Governo lembrando o contributo da escola, lamentando a pobreza infantil e advertindo para a "causa comum" que deve ser defendida, o planeta Terra.

André Silva, deputado do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN)

André Silva, deputado do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN)

TIAGO PETINGA/ LUSA

"Para esse futuro construído agora, teremos de repensar o modo como nós, seres humanos, vivemos nas nossas sociedades", vincou o parlamentar, numa declaração de cerca de cinco minutos que o Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, destacou pelo escrupuloso cumprir do tempo.

André Silva disse que o PAN se apresenta no parlamento disponível para "construir uma sociedade mais justa e equilibrada", e foi perentório: "Não é uma utopia. Outro mundo é possível".

O parlamentar chamou a atenção para o flagelo da pobreza infantil em Portugal.

"Temos cerca de um terço das crianças em risco de pobreza hipotecando desde já parte considerável do seu potencial" e do potencial do país, advertiu.

A Assembleia da República conclui hoje a discussão do Programa do XXI Governo Constitucional, que terminará com o 'chumbo' pelas bancadas da esquerda da anunciada moção de rejeição a ser apresentada pelo PSD e pelo CDS-PP.

Menos de um mês depois do debate do programa do XX Governo, apoiado pela coligação PSD/CDS-PP, - que foi derrubado a 10 de novembro pela aprovação de uma moção de rejeição do PS, com o apoio da restante oposição -, o parlamento retomou hoje às 10:00 o debate iniciado na quarta-feira, e que só deverá terminar durante a tarde de hoje.

Para o segundo dia restam perto de três horas de debate, a que se somam o encerramento da discussão do Programa do Governo para o qual estão reservados mais 100 minutos.

Lusa

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.