sicnot

Perfil

País

PSP põe 200 agentes em grande operação de combate às armas ilegais em Sacavém

Cerca de 200 agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) estão desde as 07:10 a realizar uma grande operação para detetar armas ilegais no bairro da Quinta do Mocho, em Sacavém, Loures.

De acordo com o porta-voz da PSP, comissário Rui Costa, a operação tem como objetivo encontrar armas de fogo e brancas e insere-se numa ação especial de prevenção criminal ao abrigo da lei das armas.

"São 30 buscas domiciliárias que estão a decorrer no bairro da Quinta do Mocho, em Sacavém, concelho de Loures", precisou Rui Costa.

Segundo o porta-voz, na operação estão envolvidos agentes do Comando Metropolitano de Lisboa e da Unidade Especial de Polícia.

Rui Costa referiu ainda que a operação está a decorrer, remetendo para mais tarde pormenores sobre a operação e dados sobre eventuais apreensões ou detenções.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47