sicnot

Perfil

País

PSP põe 200 agentes em grande operação de combate às armas ilegais em Sacavém

Cerca de 200 agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) estão desde as 07:10 a realizar uma grande operação para detetar armas ilegais no bairro da Quinta do Mocho, em Sacavém, Loures.

De acordo com o porta-voz da PSP, comissário Rui Costa, a operação tem como objetivo encontrar armas de fogo e brancas e insere-se numa ação especial de prevenção criminal ao abrigo da lei das armas.

"São 30 buscas domiciliárias que estão a decorrer no bairro da Quinta do Mocho, em Sacavém, concelho de Loures", precisou Rui Costa.

Segundo o porta-voz, na operação estão envolvidos agentes do Comando Metropolitano de Lisboa e da Unidade Especial de Polícia.

Rui Costa referiu ainda que a operação está a decorrer, remetendo para mais tarde pormenores sobre a operação e dados sobre eventuais apreensões ou detenções.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.