sicnot

Perfil

País

António Costa indica três novos dirigentes para o Secretariado Nacional do PS

Os dirigentes socialistas João Tiago Silveira, Hugo Pires e Maria Antónia Almeida Santos vão entrar para o Secretariado Nacional do PS, disse hoje à agência Lusa fonte oficial partidária.

Lusa

Lusa

MIGUEL A. LOPES

Os três novos elementos foram propostos pelo secretário-geral do PS, António Costa, em reunião da Comissão Nacional e entram em substituição de Sérgio Sousa Pinto, Jorge Gomes e Pedro Bacelar de Vasconcelos.

Sérgio Sousa Pinto demitiu-se da direção do PS em protesto contra a formação de um Governo minoritário socialista suportado no parlamento pelo PCP, Bloco de Esquerda e "Os Verdes".

Já Jorge Gomes abandona as funções de secretário nacional do PS para a Organização, onde tinha responsabilidades diretas no controlo do chamado aparelho partidário, por ter passado a desempenhar o cargo de secretário de Estado da Administração Interna.

No caso do professor universitário Pedro Bacelar de Vasconcelos, a saída do Secretariado Nacional do PS deve-se ao facto de assumir agora o cargo de presidente da Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos Liberdades e Garantias.

Em relação aos novos membros do Secretariado Nacional do PS, João Tiago Silveira, ex-secretário de Estado da Presidência, foi o coordenador do programa eleitoral do PS e desempenha ainda o lugar de diretor do gabinete de estudos deste partido.

Hugo Pires é o líder da concelhia dos socialistas em Braga, sendo também vereador da Câmara desta cidade do Minho, e a deputada socialista Maria Antónia Almeida Santos foi presidente da Comissão Parlamentar de Saúde.

Lusa

  • Ana Catarina Mendes deverá ser eleita secretária-geral adjunta do PS

    País

    A Comissão Nacional do PS reúne-se esta tarde, em Lisboa, naquele que será o primeiro encontro do órgão máximo do partido desde que António Costa tomou posse como primeiro-ministro. Ana Catarina Mendes, vice-presidente da bancada parlamentar socialista, deverá ser eleita secretária-geral adjunta do PS.

  • Estacionamento às portas de Lisboa por 50 cêntimos/dia
    1:55

    País

    Lisboa vai ter novos parques de estacionamento, em zonas periféricas. O estacionamento vai custar 50 cêntimos por dia para condutores que tenham um título de transporte público válido.  A EMEL quer evitar a entrada de tantos carros no centro da cidade.