sicnot

Perfil

País

BE diz que em 2 meses 3 fraudes eleitorais da direita "caíram"

A porta-voz do BE, Catarina Martins, afirmou sexta-feira, que em dois meses "caíram" três "fraudes eleitoras" da direita: a devolução da sobretaxa, a trajetória de crescimento e "agora" a teoria dos "cofres cheios".

MIGUEL A. LOPES

Segundo dados da Unidade Técnica de Apoio Orçamental, a que a Lusa teve queinta-feira acesso, o anterior Governo gastou em novembro pelo menos 278,3 milhões de euros da almofada financeira de 945,4 milhões de euros prevista no Orçamento do Estado para 2015 (OE2015), o equivalente a 30% daquele montante.

"Há a expressão de o último a sair que feche a luz, neste caso, o Governo a sair tentou levar a lâmpada", considerou Catarina Martins.

Para a porta-voz do Bloco, depois das eleições de 04 de outubro, os números da economia portuguesa estão a desmentir as bandeiras eleitorais da coligação PSD/CDS-PP.

"A sobretaxa que ia ser devolvida em 35%, afinal é zero. Depois, era a economia que ia crescer e eis que não quando vieram os dados do 3.º trimestre, que embora algumas pessoas do PSD e CDS não saibam, é antes de outubro ficamos a saber que a economia em Portugal estava estagnada porque o investimento caiu, continuou a cair e não foi pouco", referiu.

E depois, "eis que não quando, vêm os cofres cheios. Dizia Maria Luís Albuquerque que estavam lá 700 mil milhões de euros para proteger o país do que pudesse acontecer com a dívida, com os juros. E afinal nem 70. São 60", apontou em último.

"Em menos de dois meses, três fraudes eleitorais da direita a cair, a sobretaxa não é devolvida, a economia não está acrescer e os cofres estão vazios", resumiu.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.