sicnot

Perfil

País

Jerónimo de Sousa adverte que PCP não fará "favores a ninguém"

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, assegurou hoje que o partido irá honrar o compromisso com o PS, mas advertiu que não fará favores a ninguém e que não abdicará de defender os interesses dos trabalhadores.

M\303\201RIO CRUZ

"Da parte do PCP o que o PS pode esperar é empenho e honra na palavra dada. Agora, não peçam é que abdiquemos do nosso projeto ou da nossa identidade", ressalvou o líder comunista.

Jerónimo de Sousa, que falava num almoço com militantes em Aveiras de Cima, Azambuja, recordou o processo negocial com o atual governo e congratulou-se com o facto de ter conseguido incluir no programa algumas propostas que podem "ajudar a mudar a vida dos portugueses".

"O PS estava com os pneus em baixo e depois de ouvir o PCP percebeu que era possível dar corpo a uma solução política. É pouco e limitado mas o povo português também não estava à espera que fosse tudo feito de uma vez. Agora, também não queríamos que fosse tão pouco para ficar tudo na mesma", sublinhou.

No entanto, o líder comunista reconheceu que o caminho com o novo Governo "não será linear e simples", dadas as "contradições ideológicas" entre os partidos.

Jerónimo de Sousa criticou também a coligação PSD/CDS-PP, acusando-os de terem dito "mentirolas" ao longo de toda a campanha eleitoral, evitando assim terem uma derrota mais expressiva nas eleições.

"Se tivessem dito toda a verdade sobre a sobretaxa e sobre o Banif a pancada teria sido maior", atestou.

O secretário-geral do PCP acusou igualmente alguns comentadores de "direita" de odiarem o PCP por terem estragado a festa à coligação e a Cavaco Silva.

"Ninguém nos tira a alegria de ter visto a derrota do CDS e do PSD. Estragámos a festa e os cenários de Cavaco Silva. Daí a raiva e a zanga de muitos comentadores de serviço para com o PCP, sendo que não é a mesma para com o PS ou Bloco de Esquerda", apontou.

Por fim, Jerónimo de Sousa apelou aos militantes o apoio à candidatura de Edgar Silva, realçando o facto de ser o único que "convoca para os valores de abril e para o cumprimento da Constituição".

"Amanhã vamos entregar no tribunal mais assinaturas para este candidato do que entregámos nas últimas duas eleições. Isso é um bom sinal", perspetivou.

Lusa

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".