sicnot

Perfil

País

PSP deteve homem suspeito de danificar carros ao serviço da Uber em Lisboa

A PSP deteve um taxista suspeito de danificar vários carros Uber no centro de Lisboa. Foi detido em flagrante delito na madrugada de ontem e notificado para comparecer em tribunal.

A 28 de abril passado, a Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) anunciou que o Tribunal Central de Lisboa tinha decidido a seu favor uma providência cautelar apresentada contra a Uber, ficando aquele serviço proibido de funcionar em Portugal, como já acontece em outros países europeus. (Arquivo)

A 28 de abril passado, a Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) anunciou que o Tribunal Central de Lisboa tinha decidido a seu favor uma providência cautelar apresentada contra a Uber, ficando aquele serviço proibido de funcionar em Portugal, como já acontece em outros países europeus. (Arquivo)

© Dado Ruvic / Reuters

Segundo a PSP o homem de 30 anos terá furado os pneus de várias viaturas durante a noite. Terá estado ainda envolvido em agressões a motoristas da Uber.

Depois do aviso da existência de "algumas notícias de altercações da ordem pública entre taxistas e colaboradores de empresas afetas à ideologia Uber", em Lisboa, foi intercetado um homem suspeito de ter interpelado um condutor daquele sistema e ter furado um dos pneus do carro, fugindo depois no táxi que conduzia.

"Aquando da sua interceção foi possível apreender um canivete que terá sido usado no cometimento do ilícito descrito", explica a PSP.

O suspeito foi detido e notificado para comparência em tribunal.

Os taxistas são contra o sistema de transportes com base naquela aplicação eletrónica e a Associação Nacional dos Transportes Rodoviários em Transportes Ligeiros (ANTRAL) interpôs contra a Uber uma providência cautelar para determinar o fim da atividade de transporte de passageiros em automóveis ligeiros daquela forma, bem como cessar a angariação de meios e a execução de contratos de transporte de passageiros sob a designação Uber.

Com Lusa

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • Estarão os portugueses a consumir vitamina D em excesso? 
    6:44
  • Investigadores criam nanovacina contra diferentes cancros

    Mundo

    Investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, desenvolveram uma nanovacina (vacina administrada através de partículas microscópicas) contra diferentes cancros, como o da pele, do cólon e do reto, numa experiência com ratos, revela um estudo publicado esta segunda-feira.