sicnot

Perfil

País

PSP deteve homem suspeito de danificar carros ao serviço da Uber em Lisboa

A PSP deteve um taxista suspeito de danificar vários carros Uber no centro de Lisboa. Foi detido em flagrante delito na madrugada de ontem e notificado para comparecer em tribunal.

A 28 de abril passado, a Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) anunciou que o Tribunal Central de Lisboa tinha decidido a seu favor uma providência cautelar apresentada contra a Uber, ficando aquele serviço proibido de funcionar em Portugal, como já acontece em outros países europeus. (Arquivo)

A 28 de abril passado, a Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) anunciou que o Tribunal Central de Lisboa tinha decidido a seu favor uma providência cautelar apresentada contra a Uber, ficando aquele serviço proibido de funcionar em Portugal, como já acontece em outros países europeus. (Arquivo)

© Dado Ruvic / Reuters

Segundo a PSP o homem de 30 anos terá furado os pneus de várias viaturas durante a noite. Terá estado ainda envolvido em agressões a motoristas da Uber.

Depois do aviso da existência de "algumas notícias de altercações da ordem pública entre taxistas e colaboradores de empresas afetas à ideologia Uber", em Lisboa, foi intercetado um homem suspeito de ter interpelado um condutor daquele sistema e ter furado um dos pneus do carro, fugindo depois no táxi que conduzia.

"Aquando da sua interceção foi possível apreender um canivete que terá sido usado no cometimento do ilícito descrito", explica a PSP.

O suspeito foi detido e notificado para comparência em tribunal.

Os taxistas são contra o sistema de transportes com base naquela aplicação eletrónica e a Associação Nacional dos Transportes Rodoviários em Transportes Ligeiros (ANTRAL) interpôs contra a Uber uma providência cautelar para determinar o fim da atividade de transporte de passageiros em automóveis ligeiros daquela forma, bem como cessar a angariação de meios e a execução de contratos de transporte de passageiros sob a designação Uber.

Com Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.