sicnot

Perfil

País

Crianças de infantário em Barcelos com queimaduras de 1º e 2º graus

As duas crianças atingidas por uma panela "a ferver" num infantário de Faria, Barcelos, apresentavam queimaduras de primeiro e segundo graus nos braços, pernas e pescoço e, num dos casos, também na face, disse fonte do INEM.

Falando à agência Lusa, fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) disse que os meios foram chamados às 11:29 para "socorrerem" duas crianças - uma menina de dois anos e um menino de 20 meses - que "foram atingidos por uma panela de comida a ferver".

A menina, explanou a fonte, tem queimaduras nos braços e nas pernas, assim como no pescoço. Quanto ao menino, "apresentava queimaduras também nos membros inferiores e superiores mas igualmente na face", disse.

Depois de assistidas ainda no local por duas ambulâncias do Bombeiros de Barcelinhos e pela Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Barcelos, as duas crianças foram encaminhadas para o Hospital de S. João, no Porto, onde se encontram "estáveis" mas "em observação", segundo fonte daquela unidade.

Lusa

  • Pelo menos dois feridos em confrontos entre adeptos do Benfica e do Braga
    1:55

    Desporto

    Antes do jogo do Benfica e do Sporting de Braga, registaram-se confrontos entre os adeptos, no Estádio Municipal de Braga. Os confrontos causaram pelo menos dois feridos. Os benfiquistas queixaram-se de agressões e criticaram a ausência da polícia. Várias viaturas foram danificadas durante os distúrbios e a PSP chegou a separar adeptos do Braga e do Benfica.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Donald Trump culpa imigrantes por ataque que nunca existiu
    1:01
  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.