sicnot

Perfil

País

Homens armados sequestraram portuguesa na Venezuela

Uma portuguesa de 66 anos de idade foi sequestrada na quarta-feira na Venezuela por homens armados em El Cementério (sul de Caracas), disseram hoje à Agência Lusa comerciantes locais.

"A sua viatura foi intercetada por três homens armados, um deles com uma 'granada' nas mãos. Ela gritou muito mas ninguém se atreveu a tentar ajudá-la", explicou uma comerciante.

Segundo Maria Figueira, o sequestro ocorreu pelas 07:30 horas locais de quarta-feira (12:00 horas em Lisboa), quando a vítima, natural da Madeira e que trabalhava num talho da família, chegava ao Mercado de El Cementério para mais um dia de trabalho.

"Estamos preocupados com a insegurança. O que aconteceu a esta portuguesa preocupa-nos muito porque já passaram mais de 24 horas e ninguém sabe nada dela. Não houve qualquer contato com a família", adiantou Maria Figueira.

Segundo a imprensa venezuelana, na terça-feira um grupo de mais de 20 homens armados assaltou várias pessoas e saqueou duas casas em El Cementério.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".