sicnot

Perfil

País

GNR reforça patrulhamento nas zonas de comércio

A GNR vai realizar, a partir de hoje, a operação "Comércio Seguro", que tem como objetivo garantir a segurança junto dos comerciantes e clientes através de um reforço do patrulhamento junto destas zonas.

MANUEL DE ALMEIDA

Durante a operação, que se realiza até 24 de dezembro, os militares da GNR vão também realizar diversas ações de sensibilização junto dos comerciantes, alertando-os para os procedimentos de segurança a adotar de modo a prevenir que sejam alvos de ilícitos criminais, refere a corporação.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) adianta que as ações de sensibilização vão realizar-se em todo país.

A força de segurança refere também que, nas próximas duas semanas, vai ser feito um reforço de patrulhamento junto das zonas de comércio com o objetivo "de aumentar o sentimento de segurança junto dos lojistas e clientes".

A GNR aconselha os comerciantes a que tenham as entradas e saídas do estabelecimento bem iluminadas, fechem devidamente as portas e janelas, antes de fechar a loja, e não tenham grandes quantidades de dinheiro no interior do estabelecimento.

A corporação alerta ainda os lojistas para que não tenham uma rotina para a realização dos depósitos bancários, abram os estabelecimento à mesma hora do que os comerciantes vizinhos e tenham sempre disponível o contacto telefónico da GNR e das lojas vizinhas.

Em caso de assalto, a GNR aconselha ainda os comerciantes a manter a calma, a não reagirem e a memorizarem os traços fisionómicos do assaltante, além de contactarem de imediato a GNR.

Lusa

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira