sicnot

Perfil

País

Passos Coelho declara-se candidato a primeiro-ministro

Pedro Passos Coelho assumiu-se hoje como candidato a primeiro-ministro, em entrevista publicada na edição de hoje do jornal Público.

MANUEL DE ALMEIDA

"Vejo-me nos próximos dois anos como líder do maior partido da oposição e, nessa medida, como candidato a primeiro-ministro", afirmou o ex-chefe do Governo, na entrevista realizada pelas jornalistas Áurea Sampaio e São José Almeida.

Passos Coelho apontou também o que disse serem os "dois grandes problemas" do país. Um, "consolidar o caminho de desendividamento e de recuperação económica"; outro, "o combate às desigualdades sociais".

Sobre este último, o ex-primeiro-ministro justificou: "Somos um país profundamente desigual e as coisas não melhoraram com a situação difícil que vivemos nos últimos anos".

A propósito das eleições presidenciais, o líder do PSD garantiu que não vai ter um envolvimento "muito intenso" na campanha do candidato Marcelo Rebelo de Sousa, para não lhe dar "um caráter partidário".

Por outro lado, Passos Coelho acusou o PS de estar, "de facto, muito próximo do PCP e do BE", devido à sua nova geração de dirigentes.

"O PS hoje está, de facto, muito próximo do PCP e do BE porque pensa que o papel do Estado, o papel da economia, o papel da sociedade civil devem ter uma configuração diferente", disse.

O ex-primeiro-ministro do Governo de coligação PSD/CDS classificou ainda as medidas anunciadas recentemente pelo executivo socialista para sair da situação de défice excessivo como um elogio: "As medidas que foram anunciadas valem 0,027% do PIB (Produto Interno Bruto) -- 46 milhões (de euros) é, portanto o que nos separa de ter um défice excessivo. Isso parece-me o maior elogio à política que fizemos".

Passos Coelho considerou que, se se conseguir este ano ficar abaixo dos 3%, a meta de um défice de 2,8% em 2016 definida pelo novo Governo "é na prática não fazer nada" e defendeu que "Portugal tem de ter um objetivo de redução do défice muito mais ambicioso".

Sobre o sentido de voto do seu partido em relação ao Orçamento do Estado para 2016, o líder do PSD disse que aguarda a apresentação do documento.

Passos Coelho falou ainda do "relacionamento francamente bom" com o CDS-PP, mas, quando questionado sobre a possibilidade de uma fusão entre os dois partidos, rejeitou a ideia.

"São partidos em que cada um tem o seu espaço próprio e por essa razão é que pode haver relevância em que constituam coligações e até possam fazer uma frente eleitoral em circunstâncias particulares, mas creio que ninguém no PSD ou no CDS está interessado numa fusão dos partidos", disse.

Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta esta terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • "Então as pessoas arriscavam as poupanças de uma vida, sabendo que os produtos não eram seguros?"
    0:45
  • Falta de gado ameaça produção do queijo da Serra da Estrela
    3:35

    País

    A devastação provocada pelos últimos incêndios foi um rude golpe na economia da região Centro do país. Algumas empresas já começaram os trabalhos de reconstrução, mas os produtores de gado temem não conseguir repôr os animais, deixando em risco a produção do queijo Serra da Estrela.

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.