sicnot

Perfil

País

Presidente acredita nas potencialidades do interior do país

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, afirmou este sábado que acredita nas potencialidades do interior do país, onde encontra "caras com os sorrisos muito mais abertos do que aquelas que encontrava há dez anos".

O Chefe de Estado afirmou que, ao nível dos municípios, "houve a fase das infraestruturas, mas essa fase está como que ultrapassada. Agora é a fase de demonstrar que eles [os autarcas] são verdadeiros agentes do desenvolvimento económico e social dos concelhos".

O Chefe de Estado afirmou que, ao nível dos municípios, "houve a fase das infraestruturas, mas essa fase está como que ultrapassada. Agora é a fase de demonstrar que eles [os autarcas] são verdadeiros agentes do desenvolvimento económico e social dos concelhos".

Miguel Pereira da Silva / Lusa

Cavaco Silva falava em Pinhel, após inaugurar o posto de turismo e o novo Museu Municipal, no final de uma visita de dois dias ao distrito da Guarda.

"Ao encerrar esta minha jornada pelo distrito da Guarda eu quero acreditar nas potencialidades deste interior. Eu acho que as coisas estão a mudar. Eu tenho a noção das caras que fui encontrando ao longo de dez anos ao visitar os concelhos do interior. E agora encontro essas caras com os sorrisos muito mais abertos do que aquelas que encontrava há dez anos a esta parte", disse.

No seu discurso, referiu que "isso deve-se muito ao trabalho realizado pelos autarcas que não ficaram à espera que tudo chegasse do Terreiro do Paço, que não ficaram à espera de que fosse tudo a ser resolvido pelo poder central".

"Arregaçaram as mangas, deram o exemplo e disseram ao Governo: Não é por nossa culpa que estas gentes do interior não têm melhores condições de vida. Se alguma coisa ainda falta é porque está para além das nossas possibilidades, para além da nossa capacidade e compete a vocês, lá de Lisboa, dar o contributo significativo'. Isto é, nós devemos muito àquilo que fizeram os autarcas nas últimas décadas", sublinhou.

O Chefe de Estado afirmou que, ao nível dos municípios, "houve a fase das infraestruturas, mas essa fase está como que ultrapassada. Agora é a fase de demonstrar que eles [os autarcas] são verdadeiros agentes do desenvolvimento económico e social dos concelhos".

"Eles são agentes do fortalecimento da base produtiva dos concelhos. São eles que hoje criam a esperança, abrem a janela de esperança para os jovens que nascem nos concelhos do interior", vincou.

Na opinião de Cavaco Silva, "é este o caminho que deve ser trilhado, é um caminho duro, requer persistência, não é um caminho que se percorre em curto prazo, mas é preciso manter aquela garra, aquela determinação, que é própria das gentes da Beira Interior, tal como de Trás-os-Montes e esta zona da raia".

O Presidente destacou ainda a importância para Pinhel dos dois equipamentos hoje inaugurados, por contribuírem para a atração de visitantes, e evidenciou o facto de a autarquia ser considerada Familiarmente Responsável, "pela atenção que presta às famílias, aos pais e às crianças".

"E ao falar nisto, eu estou a querer sugerir que outros municípios repliquem esta ideia. Todos nós sabemos que o nosso país enfrenta um problema de baixa natalidade. Que regiões do interior enfrentam um problema de despovoamento. Logo, estamos aqui a dar um passo, um contributo para resolver um problema que não se resolverá no curto prazo, levará muitos anos, mas é preciso fazer o caminho caminhando", disse.

Na sessão, o presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, disse que os dois equipamentos hoje inaugurados são fundamentais para o concelho e para a sua afirmação enquanto destino turístico.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.