sicnot

Perfil

País

Augusto Santos Silva em Bruxelas para reunião da UE e encontro na NATO

O ministro dos Negócios Estrangeiros participa hoje, em Bruxelas, na sua primeira reunião dos chefes de diplomacia da UE, tendo ainda agendados encontros com a Alta Representante da União para a Política Externa e com o secretário-geral da NATO.

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

MIGUEL A. LOPES / Lusa

Augusto Santos Silva, que já tem experiência de reuniões tanto na Aliança Atlântica como no Conselho da UE, como ministro da Defesa (2009-2011), participa hoje na sua primeira reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia, presidida pela chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, com quem também terá um encontro bilateral.

A agenda do último encontro do ano dos chefes de diplomacia dos 28 é consagrada a temas como o combate ao terrorismo, as relações da UE com os seus parceiros a Leste, as relações com a Turquia, e a situação na Líbia e no Iraque.

Depois de não ter estado presente na reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da Aliança Atlântica, realizada a 01 e 02 de dezembro, devido à discussão do Programa de Governo na Assembleia da República, Augusto Santos Silva será hoje recebido por Jens Stoltenberg no quartel-general da NATO, num encontro fechado à imprensa.

Lusa

  • Augusto Santos Silva ministro pela quinta vez
    1:22

    Novo Governo

    Augusto Santos Silva foi ministro com António Guterres e José Sócrates. Antigo ministro da Defesa do último Governo de Sócrates, foi escolhido para a pasta dos Negócios Estrangeiros no Executivo de António Costa, assumindo o cargo de ministro pela quinta vez.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.