sicnot

Perfil

País

Aviso vermelho alargado às cinco ilhas do grupo central dos Açores

O Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) alargou hoje o aviso vermelho ao grupo central (ilhas de São Jorge, Faial, Graciosa, Pico e Terceira) devido ao vento, com rajadas que podem ultrapassar os 130 quilómetros/hora.

(Arquivo)

(Arquivo)

© STR New / Reuters

Segundo o IPMA, o aviso vermelho para o grupo central vigora até às 24:00 (menos uma hora nos Açores), no mesmo período em que se mantém o aviso amarelo devido à agitação marítima, com ondas que podem chegar aos sete metros na costa sul.

Quanto à precipitação e trovoada nestas cinco ilhas, o aviso amarelo vigora até às 22:00 (hora de Lisboa).

As ilhas de Santa Maria e São Miguel, no grupo oriental do Açores, também estão hoje sob aviso vermelho devido à previsão de vento forte e agitação marítima, informou o IPMA.

De acordo com o instituto, estas duas ilhas vão estar sob aviso vermelho até às 24:00 de hoje (menos uma hora nos Açores) devido à previsão de vento forte, com rajadas que podem atingir pontualmente os 150 quilómetros por hora.

As ilhas do grupo oriental estão também sob aviso vermelho devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas de sudoeste de seis a oito metros, aumentando para nove a dez metros e podendo, pontualmente, atingir os 15 metros.

O aviso vermelho, o mais grave numa escala de quatro, é identificado pelo IPMA como uma situação meteorológica de risco extremo, devendo as pessoas acompanharem a evolução das condições e seguir as orientações da Proteção Civil.

Devido ao mau tempo, a Secretaria Regional da Educação e Cultura anunciou no domingo o encerramento, no dia de hoje, das escolas de sete das nove ilhas e a Secretaria da Solidariedade Social recomendou o fecho de todas as creches e jardins de infância.

Também a Universidade dos Açores encerrou hoje os polos de Ponta Delgada e Angra do Heroísmo.

Todas as secções dos tribunais do arquipélago dos Açores, distribuídas por oito das nove ilhas, estão também encerradas durante a tarde "por cautela" face ao agravamento do estado do tempo no arquipélago, assim como algumas câmaras municipais.

Lusa

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.