sicnot

Perfil

País

Temporal no Açores faz um morto e três feridos

Temporal no Açores faz um morto e três feridos

O temporal nos Açores fez uma vítima mortal e três feridos. Onze pessoas ficaram desalojadas, todas da ilha de São Miguel, e a Protecção Civil registou um total de 157 ocorrências. Dezenas de voos foram cancelados, afetando mais de 1600 passageiros que ficaram em terra. O correspondente da SIC, Estevão Gago da Câmara, faz o balanço da tempestade.

A vítima mortal era funcionário da Junta de Freguesia de São Roque, concelho de Ponta Delgada, uma das zonas mais atingidas pelo temporal. O homem de 51 anos estava a trabalhar na limpeza da via quando ficou ferido com gravidade, não resistindo depois aos ferimentos.


Várias habitações ficaram inundadas mas quem ficou sem casa já foi realojado. O presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, diz que é tempo de "arregaçar as mangas". Os prejuízos são avultados mas ainda não estão contabilizados. Envolvidos nas operações de limpeza estiveram mais de 400 elementos dos bombeiros e Proteção Civil.

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC