sicnot

Perfil

País

Pena máxima para pai de bebé morta por água a ferver, mãe condenada a 18 anos

A mãe e o pai acusados de provocar a morte da filha, por queimaduras causadas por água a ferver, foram condenados a 18 e 25 anos de prisão, respetivamente. O caso aconteceu em agosto do ano passado em Lisboa.

O caso aconteceu em agosto de 2014 em Lisboa.

O caso aconteceu em agosto de 2014 em Lisboa.

O tribunal deu como provados os factos essenciais da acusação, condenando os arguidos por homicídio qualificado, violência doméstica e ofensas à integridade física.

Foi também determinada a pena acessória de inibição do poder paternal em relação a outros filhos dos arguidos, por períodos entre cinco e 10 anos.

Os advogados de defesa de ambos os arguidos ponderam recorrer.

O casal provocou queimaduras de segundo grau em 50% do corpo da bebé de 4 meses com a água do banho a ferver.

O pai estava preso preventivamente, enquanto a mãe estava em prisão domiciliária com pulseira eletrónica.

Com Lusa

  • Lei que permite a entrada de animais em espaços de restauração gera dúvidas
    2:23

    País

    A lei que permite a entrada de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, que entrou hoje em vigor, está a gerar dúvidas para os proprietários. Até ao momento são poucos os estabelecimentos que aderiram e a previsão é para que assim continue. A DECO questionou 1800 pessoas sobre a presença dos animais nos restaurantes e apenas 25% votou a favor.

  • Trump arrasa restaurante que expulsou a sua assessora de imprensa

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, arrasou um restaurante da Virgínia que recusou servir a sua assessora de imprensa, Sarah Huckabee Sanders, escrevendo na sua conta de Twitter que o restaurante se devia concentrar na limpeza dos seus toldos e portas "imundos".