sicnot

Perfil

País

Portuguesa finalista de prémio europeu para mulheres inovadoras

A professora universitária Susana Sargento, cofundadora da empresa tecnológica Veniam, é uma das nove finalistas do Prémio Mulheres Inovadoras da União Europeia 2016, anunciou hoje o gabinete do comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas.

Veniam

O galardão distingue "mulheres com ideias de vanguarda", que fundaram ou cofundaram empresas consideradas de sucesso e que beneficiaram, durante as suas carreiras, de financiamento europeu para a investigação e inovação.

Entre as finalistas da edição de 2016 do Prémio Mulheres Inovadoras estão também concorrentes de Israel, Irlanda, Suécia, Alemanha, Finlândia e França, que criaram empresas inovadoras em vários setores, em particular nas ciências da vida e nas tecnologias de informação e comunicação.

As três vencedoras, que serão anunciadas a 09 de março, recebem prémios de 100.000, 50.000 e 30.000 euros, respetivamente para primeiro, segundo e terceiro lugares.

A Veniam, com sede em Silicon Valley, nos Estados Unidos, e com equipa de engenharia no Porto, foi criada, em 2012, por João Barros, professor na Universidade do Porto, e Susana Sargento, docente da Universidade de Aveiro.

A eles se juntou o casal norte-americano Roy Russell e Robin Chase, respetivamente diretor técnico e fundadora da Zipcar, considerada a maior empresa do mundo de "carsharing", subsidiária do grupo Avis.

A Veniam, que também tem instalações em Singapura, desenvolve soluções para a "internet em movimento", transformando automóveis em pontos de acesso à internet sem fios.

No Porto existe a maior rede de acesso à internet sem fios em veículos, que oferece WiFi grátis a 115 mil utilizadores ativos, nomeadamente em táxis e em autocarros, segundo o portal do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto.

Ao Prémio Mulheres Inovadoras da União Europeia 2016 apresentaram-se 64 candidaturas provenientes dos estados-membros da União Europeia e de países associados ao Honrizonte 2020, programa financeiro europeu que apoia a investigação e a inovação.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14