sicnot

Perfil

País

Retomadas buscas para encontrar mulher desaparecida na Serra da Estrela

As buscas para tentar encontrar uma mulher desaparecida na Serra da Estrela na segunda-feira recomeçaram às 08:00, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro da Guarda.

A mesma fonte escusou-se a revelar mais pormenores sobre os meios envolvidos e a área que será percorrida, remetendo para o início das buscas mais pormenores.

O alerta relativo ao desaparecimento da mulher, na zona de Vale do Rossim, no concelho de Gouveia, distrito da Guarda, foi dado na quarta-feira pelas 13:15 pelos vigilantes do parque de campismo local.

De acordo com José António Oliveira, segundo comandante operacional do Comando Distrital de Operações e Socorro da Guarda, a mulher é de nacionalidade alemã, terá 74 anos e foi vista pela última vez na segunda-feira, cerca das 14:00.

Ao longo de toda a tarde de quarta-feira, as buscas decorreram a cerca de 1.600 metros de altitude, em zona de mato e floresta e com uma orografia bastante difícil, o que dificulta os trabalhos e impossibilita a sua continuidade durante a noite.

As equipas desmobilizaram ao final do dia, com as buscas a ser formalmente ser suspensas às 20:00, dado que não havia condições de visibilidade para se continuar no terreno.

As operações envolveram cerca de 40 operacionais dos Bombeiros Voluntários de Gouveia, São Romão e Covilhã, da Brigada de Montanha da GNR e da Força Especial de Bombeiros.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47