sicnot

Perfil

País

Inverno começa amanhã às 4h48

O solstício de inverno ocorre na terça-feira, às 4h48 (hora de Lisboa), marcando o início da estação do inverno no hemisfério norte, indica o Observatório Astronómico de Lisboa, na sua página na internet.

© Rafael Marchante / Reuters

O inverno, a estação mais fria do ano, prolonga-se por 88,99 dias, até ao próximo equinócio, que acontece a 20 de março, às 4h30, assinalando o começo da primavera.

No solstício de inverno, a declinação do Sol atinge a posição mínima de altura em relação ao equador.

Enquanto nos países do hemisfério norte, como Portugal, começa o inverno, nos países do hemisfério sul inicia-se o verão.

No primeiro dia de inverno, as temperaturas máximas, no continente, vão oscilar entre os 07ºC (Bragança) e os 19ºC (Faro), de acordo com o portal do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

As mínimas vão rondar entre os 0ºC (Bragança) e os 12ºC (Faro).

Na Madeira, a máxima prevista é de 21ºC e a mínima é de 16ºC.

Quanto ao arquipélago dos Açores, as temperaturas previstas atingirão os 16ºC a 17ºC (máximas) e os 11ºC a 13ºC (mínimas).

O céu vai estar, em geral, pouco nublado no território nacional.

Lusa

  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.