sicnot

Perfil

País

Fenprof leva hoje ao Parlamento petição por regime especial de aposentação

Mais de 30.000 professores assinaram uma petição por um regime especial de aposentação, ao fim de 36 anos de serviço, que a Fenprof entrega hoje no Parlamento.

LUSA

A entrega do documento estava prevista há já algum tempo, mas foi agendada para hoje, disse à agência Lusa o secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Mário Nogueira.

A federação sindical sustenta a pretensão dos professores com "estudos nacionais e internacionais" que dão como certo o desgaste provocado pela profissão, ao nível físico e psicológico.

Propõe para começar, um período transitório em que o professor possa reformar-se com 40 anos de serviço, passando depois a negociações para atingir os 36 anos de trabalho e descontos como condição para a aposentação.

A Fenprof aproveitará a presença no parlamento para se reunir com os grupos parlamentares do BE, do PCP e do PEV, na sequência dos encontros já realizados com as direções partidárias, aguardando ainda a marcação de reuniões idênticas por parte do PSD e do CDS para apresentar as principais questões de política educativa que preocupam os docentes.

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.