sicnot

Perfil

País

Comissão política do CDS-PP reúne-se hoje

A comissão política do CDS-PP reúne-se hoje antes do Conselho Nacional centrista de dia 07 de janeiro, convocado para marcar o congresso eletivo da liderança do partido em 2016.

O líder democrata-cristão admitiu que PS, PCP e Bloco de Esquerda estejam "eufóricos", mas considerou que a maioria dos portugueses está "inquieta e preocupada".

O líder democrata-cristão admitiu que PS, PCP e Bloco de Esquerda estejam "eufóricos", mas considerou que a maioria dos portugueses está "inquieta e preocupada".

Lusa

A comissão política reúne-se antes do Conselho Nacional, que é órgão máximo entre congressos, numa altura em que o presidente centrista, Paulo Portas, o líder partidária há mais tempo em funções, ainda não anunciou se é recandidato.

Quando o Conselho Nacional se reuniu para decidir recomendar aos militantes do CDS-PP o voto em Marcelo Rebelo de Sousa nas eleições presidenciais, Portas anunciou que voltaria a reunir no dia 07 de janeiro para convocar o Congresso do partido, que será eletivo da liderança e estatutariamente tem de ocorrer em 2016.

O líder do CDS-PP emocionou-se ao ouvir um apelo público para que permaneça na liderança do partido, no dia 17 de dezembro durante o jantar de Natal da concelhia de Lisboa.

"Meu caro Paulo, nunca, como hoje, o partido precisou tanto de ti. Nunca, como hoje, a tua sabedoria, a tua capacidade e a tua argúcia política serão tão importantes num ciclo, que ele próprio tão estranho, tão exótico e tão fora do comum. É evidente que esse é o desafio e o repto que ficam. O repto que fica e o voto que ficam é que, como família política, estejamos unidos no ano de 2016", acrescentou.

A liderança de Paulo Portas no CDS-PP começou em 1998 no Congresso de Braga. Desde então, só esteve dois anos fora da direção centrista, o período entre 2005 e 2007, na presidência de José Ribeiro e Castro.

A comissão política é composta pelo presidente, os vice-presidentes Artur Lima, Assunção Cristas, Diogo Feio, João Almeida, Nuno Melo, Pedro Mota Soares e Teresa Caeiro, o líder-parlamentar, Nuno Magalhães, o porta-voz, Filipe Lobo D'Ávila, e o coordenador autárquico, Domingos Doutel.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.