sicnot

Perfil

País

Onze barras do continente condicionadas devido à agitação marítima

Onze barras de Portugal continental estão hoje fechadas a toda a navegação e outras quatro condicionadas devido à agitação marítima forte, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros, informou a Marinha portuguesa.

ANTÓNIO ARAÚJO

De acordo com informação disponível na página da Marinha na Internet, estão fechadas a toda a navegação as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, São Martinho do Porto, Lagos, Alvor, Albufeira, Tavira e Vila Real de Santo António.

A Marinha indica também que as barras de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas a embarcações com comprimento inferior a 15 e 11 metros, respetivamente.

As barras de Portimão e Faro estão fechadas a embarcações com comprimento inferior a 10 metros.

Por causa da agitação marítima forte, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro entre as 03:00 e as 18:00 de hoje, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros.

O instituto prevê para hoje na costa ocidental ondas de sudoeste com 4 a 5 metros, passando gradualmente a ondas de oeste com 2,5 a 3,5 metros.

Na costa sul prevê-se ondas de sueste com 2 a 3 metros, passando gradualmente a ondas de sudoeste com 1,5 a 2,5 metros.

O aviso amarelo, o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu muito nublado, com abertas a partir da tarde nas regiões norte e centro, períodos de chuva, por vezes forte, passando gradualmente a regime de aguaceiros fracos e pouco frequentes durante a tarde e que poderão ser na forma de neve acima de 1400 metros de altitude e condições favoráveis à ocorrência de trovoada.

Está também previsto vento moderado do quadrante sul, soprando moderado a forte no litoral, com rajadas até 80/100 quilómetros por hora, em especial a norte do Cabo Mondego, tornando-se fraco a moderado do quadrante oeste durante a tarde.

Nas terras altas, o vento soprará forte a muito forte do quadrante sul com rajadas até 120 quilómetros por hora, tornando-se moderado a forte do quadrante oeste a partir do meio da tarde.

O IPMA prevê ainda subida da temperatura mínima e descida da temperatura máxima nas regiões norte e centro.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 15 e 18 graus Celsius, no Porto entre 13 e 16, em Vila Real entre 8 e 12, em Viseu entre 9 e 12, em Bragança entre 3 e 10, na Guarda entre 5 e 9, em Coimbra entre 12 e 16, em Castelo Branco entre 8 e 13, em Santarém entre 14 e 18, em Évora entre 11 e 16, em Beja entre 13 e 17 e em Faro entre 16 e 19.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.