sicnot

Perfil

País

Onze barras do continente condicionadas devido à agitação marítima

Onze barras de Portugal continental estão hoje fechadas a toda a navegação e outras quatro condicionadas devido à agitação marítima forte, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros, informou a Marinha portuguesa.

ANTÓNIO ARAÚJO

De acordo com informação disponível na página da Marinha na Internet, estão fechadas a toda a navegação as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, São Martinho do Porto, Lagos, Alvor, Albufeira, Tavira e Vila Real de Santo António.

A Marinha indica também que as barras de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas a embarcações com comprimento inferior a 15 e 11 metros, respetivamente.

As barras de Portimão e Faro estão fechadas a embarcações com comprimento inferior a 10 metros.

Por causa da agitação marítima forte, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro entre as 03:00 e as 18:00 de hoje, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros.

O instituto prevê para hoje na costa ocidental ondas de sudoeste com 4 a 5 metros, passando gradualmente a ondas de oeste com 2,5 a 3,5 metros.

Na costa sul prevê-se ondas de sueste com 2 a 3 metros, passando gradualmente a ondas de sudoeste com 1,5 a 2,5 metros.

O aviso amarelo, o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu muito nublado, com abertas a partir da tarde nas regiões norte e centro, períodos de chuva, por vezes forte, passando gradualmente a regime de aguaceiros fracos e pouco frequentes durante a tarde e que poderão ser na forma de neve acima de 1400 metros de altitude e condições favoráveis à ocorrência de trovoada.

Está também previsto vento moderado do quadrante sul, soprando moderado a forte no litoral, com rajadas até 80/100 quilómetros por hora, em especial a norte do Cabo Mondego, tornando-se fraco a moderado do quadrante oeste durante a tarde.

Nas terras altas, o vento soprará forte a muito forte do quadrante sul com rajadas até 120 quilómetros por hora, tornando-se moderado a forte do quadrante oeste a partir do meio da tarde.

O IPMA prevê ainda subida da temperatura mínima e descida da temperatura máxima nas regiões norte e centro.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 15 e 18 graus Celsius, no Porto entre 13 e 16, em Vila Real entre 8 e 12, em Viseu entre 9 e 12, em Bragança entre 3 e 10, na Guarda entre 5 e 9, em Coimbra entre 12 e 16, em Castelo Branco entre 8 e 13, em Santarém entre 14 e 18, em Évora entre 11 e 16, em Beja entre 13 e 17 e em Faro entre 16 e 19.

  • CDS quer que Governo revele detalhes do negócio do Novo Banco
    0:46

    Economia

    O CDS considera fundamental que o Governo revele os detalhes do negócio do Novo Banco para que pare com a especulação. Os centristas guardam uma posição política para depois de serem conhecidos os pormenores e lembram, mais uma vez, que o Executivo tem uma maioria parlamentar de Esquerda que o apoia.

  • ASAE faz doação de roupa apreendida
    1:15

    País

    A ASAE doou cerca de 200 peças de vestuário à Associação CAIS, apreendidas em ações de fiscalização. O valor destas peças é de quase 10 mil euros. Em 2016, a ASAE fez 100 ações de doação, um total de aproximadamente 14 mil peças.

  • PSD tem dúvidas sobre legalidade da taxa de proteção civil de Lisboa
    0:33

    País

    O PSD disse esta quarta-feira que a taxa de proteção civil da Câmara de Lisboa é um imposto e tem dúvidas sobre a legalidade. Numa reação ao envio deste diploma para o Tribunal Constitucional pelo Provedor de Justiça, os sociais-democratas deixaram ainda a promessa de acabar com a taxa, caso vençam as eleições na capital.

  • Conheça o Spa para recém-nascidos
    1:28

    Mundo

    Chama-se Baby Spa Perth e fica na Austrália. Nos últimos dias, o mundo ficou a conhecer este spa graças às fotografias dos bebés com as boias, que se tornaram virais nas redes sociais. O spa tem hidroterapia personalizada e massagens relaxantes. A boia, Bubby, permite que os bebés possam flutuar na água, sozinhos e em segurança.

    Patrícia Almeida

  • A rã que brilha no escuro
    2:08

    Mundo

    É a última descoberta do reino animal. Foi encontrada acidentalmente na Argentina uma nova espécie de rã, fluorescente.