sicnot

Perfil

País

Onze barras do continente condicionadas devido à agitação marítima

Onze barras de Portugal continental estão hoje fechadas a toda a navegação e outras quatro condicionadas devido à agitação marítima forte, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros, informou a Marinha portuguesa.

ANTÓNIO ARAÚJO

De acordo com informação disponível na página da Marinha na Internet, estão fechadas a toda a navegação as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, São Martinho do Porto, Lagos, Alvor, Albufeira, Tavira e Vila Real de Santo António.

A Marinha indica também que as barras de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas a embarcações com comprimento inferior a 15 e 11 metros, respetivamente.

As barras de Portimão e Faro estão fechadas a embarcações com comprimento inferior a 10 metros.

Por causa da agitação marítima forte, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro entre as 03:00 e as 18:00 de hoje, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros.

O instituto prevê para hoje na costa ocidental ondas de sudoeste com 4 a 5 metros, passando gradualmente a ondas de oeste com 2,5 a 3,5 metros.

Na costa sul prevê-se ondas de sueste com 2 a 3 metros, passando gradualmente a ondas de sudoeste com 1,5 a 2,5 metros.

O aviso amarelo, o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu muito nublado, com abertas a partir da tarde nas regiões norte e centro, períodos de chuva, por vezes forte, passando gradualmente a regime de aguaceiros fracos e pouco frequentes durante a tarde e que poderão ser na forma de neve acima de 1400 metros de altitude e condições favoráveis à ocorrência de trovoada.

Está também previsto vento moderado do quadrante sul, soprando moderado a forte no litoral, com rajadas até 80/100 quilómetros por hora, em especial a norte do Cabo Mondego, tornando-se fraco a moderado do quadrante oeste durante a tarde.

Nas terras altas, o vento soprará forte a muito forte do quadrante sul com rajadas até 120 quilómetros por hora, tornando-se moderado a forte do quadrante oeste a partir do meio da tarde.

O IPMA prevê ainda subida da temperatura mínima e descida da temperatura máxima nas regiões norte e centro.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 15 e 18 graus Celsius, no Porto entre 13 e 16, em Vila Real entre 8 e 12, em Viseu entre 9 e 12, em Bragança entre 3 e 10, na Guarda entre 5 e 9, em Coimbra entre 12 e 16, em Castelo Branco entre 8 e 13, em Santarém entre 14 e 18, em Évora entre 11 e 16, em Beja entre 13 e 17 e em Faro entre 16 e 19.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.