sicnot

Perfil

País

Quatro distritos do continente sob aviso laranja devido ao vento forte

Quatro distritos do continente estão esta segunda-feira sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de vento forte, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

(Arquivo)

(Arquivo)

© Miguel Vidal / Reuters

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto e Aveiro estão sob aviso laranja entre as 06:00 e as 15:00 de hoje devido à previsão de vento forte com rajadas da ordem dos 90 a 100 quilómetros por hora, sendo de 110 a 120 quilómetros por hora nas terras altas.

Estes quatro distritos estão também sob aviso amarelo devido à chuva (entre as 01:00 e as 15:00 de hoje) e agitação marítima (entre as 03:00 e as 18:00 de hoje).

O instituto colocou os distritos de Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Lisboa, Portalegre, Santarém, Setúbal, Évora, Beja e Faro sob aviso amarelo devido à previsão de chuva e vento forte entre as 01:00 e as 18:00 de hoje.

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro estão também sob aviso amarelo entre as 03:00 e as 18:00 de hoje devido à agitação marítima, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros.

O IPMA colocou ainda os grupos ocidental (Flores e Corvo) e central (Graciosa, Terceira, São Jorge, Pico e Faial) dos Açores sob aviso amarelo por causa do vento forte entre as 22:00 de hoje e as 09:00 de terça-feira.

O aviso laranja é o segundo mais grave de uma escala de quatro e refere-se a uma situação meteorológica "de risco moderado a elevado".

Segundo o IPMA, o aviso amarelo, o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu muito nublado, com abertas a partir da tarde nas regiões norte e centro, períodos de chuva, por vezes forte, passando gradualmente a regime de aguaceiros fracos e pouco frequentes durante a tarde e que poderão ser na forma de neve acima de 1400 metros de altitude e condições favoráveis à ocorrência de trovoada.

Está também previsto vento moderado do quadrante sul, soprando moderado a forte no litoral, com rajadas até 80/100 quilómetros por hora, em especial a norte do Cabo Mondego, tornando-se fraco a moderado do quadrante oeste durante a tarde.

Nas terras altas, o vento soprará forte a muito forte do quadrante sul com rajadas até 120 quilómetros por hora, tornando-se moderado a forte do quadrante oeste a partir do meio da tarde.

O IPMA prevê ainda subida da temperatura mínima e descida da temperatura máxima nas regiões norte e centro.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 15 e 18 graus Celsius, no Porto entre 13 e 16, em Vila Real entre 8 e 12, em Viseu entre 9 e 12, em Bragança entre 3 e 10, na Guarda entre 5 e 9, em Coimbra entre 12 e 16, em Castelo Branco entre 8 e 13, em Santarém entre 14 e 18, em Évora entre 11 e 16, em Beja entre 13 e 17 e em Faro entre 16 e 19.

Lusa

  • Tribunal de Contas apresentou reservas em relação ao SIRESP em 2006

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O Tribunal de Contas avisou em 2006 que o Estado poderia sair prejudicado nos moldes em que o Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP) estava a ser desenhado. De acordo com a edição de hoje do Jornal de Notícias, terão sido a ausência de um concurso público, a falta de tempo para a apresentação de propostas e mexidas no caderno de encargos a motivar as reservas do tribunal.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Chef russo aconselha bife tártaro aos jogadores portugueses
    1:29
  • Bispo do Mali terá contas na Suíça com 12 M€
    1:49

    Mundo

    Há uma polémica a envolver um novo cardeal da Igreja católica. Um bispo do Mali, escolhido pelo Papa para o colégio cardinalício, está a ser relacionado com contas na Suíça onde estarão depositados milhões de euros. A cerimónia que o fará cardeal está marcada para hoje.

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.