sicnot

Perfil

País

Refugiado e terrorismo lideram votação para Palavra do Ano 2015

Os vocábulos "refugiado" e "terrorismo" lideram a votação para a Palavra do Ano 2015, "seguidos de perto por 'acolhimento' e 'esquerda'", anunciou hoje o grupo Porto Editora.

A Palavra do Ano 2015, que será conhecida no próximo dia 04 de janeiro, pelas 11:00, na Biblioteca Municipal José Saramago, em Loures, nos arredores de Lisboa.

Desde o início do mês, quando abriu a votação online em www.palavradoano.pt, "cerca de 12.000 portugueses já participaram" na escolha da "Palavra do Ano", segundo um comunicado da Porto Editora enviado à agência Lusa.

A meio da tabela, no 5.º posto, está a palavra "drone", seguida por "plafonamento" e "bastão de selfie". Os vocábulos "festivaleiro", "privatização" e "superalimento" ocupam os últimos lugares da votação, segundo a mesma fonte.

A votação termina no próximo dia 31.

A eleição da Palavra do Ano é uma iniciativa da Porto Editora, que se iniciou em 2009, tendo vencido a primeira edição a palavra "esmiuçar".

Em 2010 venceu "vuvuzela" e, em 2011, "austeridade". Em 2012, a palavra escolhida foi "entroikado" e, em 2013, "bombeiro".

No ano passado, a palavra eleita foi "corrupção".

Lusa

  • "De hoje em diante, só a América virá em primeiro lugar"
    3:20
  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39

    Mundo

    As primeiras decisões da era Trump não tardaram. O 45.º Presidente dos Estados Unidos da América já avançou com algumas medidas, entre elas, a confirmação dos nomes que vão compor a nova administração e a criação do Dia do Patriotismo.

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.