sicnot

Perfil

País

Maiores hospitais de Lisboa vão garantir equipas de neurologia aos fins de semana

Os quatro maiores hospitais da região de Lisboa vão garantir equipas de neurocirugia vascular durante os fins de semana de janeiro.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Stefan Wermuth / Reuters

Em comunicado, o ministério da Saúde adianta que os hospitais de Santa Maria, São José, Egas Moniz e Garcia de Orta vão assegurar a resposta permanente e de forma alternada a casos de aneurisma vascular cerebral.

A solução surge depois da morte de um jovem de 29 anos, no hospital de são josé, por falta de especialistas ao fim de semana.

  • Quatro hospitais em Lisboa podiam ter feito cirurgia a David Duarte
    1:38

    País

    Desde 2014 que não há equipas de neurocirurgia vascular de escala aos fins de semana no Hospital de São José, porque os enfermeiros e os técnicos se recusam a trabalhar devido aos cortes de 50% impostos pelo anterior Governo. No caso de David Duarte, na semana passada, havia quatro hospitais, três públicos e um privado, disponíveis em Lisboa para operar ruturas de aneurisma. Mas nenhum foi contactado pelo Hospital de São José para operar o jovem.

  • Centro Hospitalar abre inquérito para apurar se houve mais mortes por falta de assistência
    1:50

    País

    O Centro Hospitalar de Lisboa Central revelou hoje à tarde que foi aberto um processo de inquérito interno no Hospital de São José para apurar se existiram ou não mais quatro mortes por falta de assistência médica no hospital. Isto, no dia em que o secretário de Estado da Saúde garantiu que os cortes no Sistema Nacional de Saúde não provocaram uma "devastação" na qualidade de vida dos portugueses, respondendo assim ao bastonário da Ordem dos Médicos que responsabiliza a tutela. Entretanto, foi aberto um inquérito para apurar responsabilidades no caso do jovem de 29 anos que morreu enquanto aguardava tratamento depois da rutura de um aneurisma cerebral.

  • Mãe de David Duarte pede justiça e quer que morte do filho sirva de exemplo
    0:20

    País

    Zelia Fonseca, mãe de David Duarte, pede justiça e promete fazer tudo para que a morte do filho sirva de exemplo e não se repitam outros casos. David Duarte, 29 anos, foi internado no Hospital de S. José no dia 11 de dezembro, tendo-lhe sido diagnosticado uma hemorragia cerebral provocada por um aneurisma e a precisar de uma intervenção cirúrgica rápida. David Duarte acabaria por morrer sem ter sido submetido à cirurgia por falta de neurocirurgião.

  • Secretário de Estado diz que Ministério está a averiguar se houve mais mortes no S. José
    0:51

    País

    O secretário de estado da Saúde, Manuel Delgado, vem reforçar que o Ministério não tinha conhecimento do que se passava e que tudo será feito para corrigir a situação. David Duarte, 29 anos, foi internado no Hospital de S. José no dia 11 de dezembro, tendo-lhe sido diagnosticado uma hemorragia cerebral provocada por um aneurisma e a precisar de uma intervenção cirúrgica rápida. David Duarte acabaria por morrer sem a ter sido submetido à cirurgia por falta de neurocirurgião.

  • Caso de David não é único no SNS

    País

    Vários médicos e enfermeiros garantem que o caso de David Duarte, que morreu à espera de ser operado, não é caso único. Fonte do Hospital de São Josédisse ao jornal Expresso que houve mais quatro doentes com rotura de aneurisma que também não sobreviveram ao sábado e ao domingo de espera, desde abril de 2014.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.