sicnot

Perfil

País

Suspeito de matar vizinho em Santiago do Cacém fica em prisão preventiva

O homem de 41 anos detido por suspeitas de matar a tiro um vizinho na segunda-feira, no concelho de Santiago do Cacém, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, revelou hoje a GNR.

Fonte da GNR disse à agência Lusa que o suspeito, presente hoje a tribunal, vai ser transportado ainda hoje para o Estabelecimento Prisional de Setúbal.

A detenção do homem, suspeito de ter matado a tiro um vizinho de 48 anos na segunda-feira à noite, na zona de Vila Nova de Santo André, Santiago do Cacém (distrito de Setúbal), foi divulgada pela GNR na terça-feira.

O presumível agressor e a vítima, moradores na zona de Foros da Quinta, naquela freguesia alentejana, "tinham tido quezílias no passado", segundo fonte da GNR contactada pela Lusa.

"Já se tinham insultado anteriormente e, na segunda-feira à noite, a vítima deslocou-se à residência do suspeito e começou a partir a portada da janela e a ameaçá-lo, do exterior da casa", relatou.

O alegado homicida terá efetuado, então, "do interior da residência, um disparo com uma caçadeira, através da janela, e atingiu a vítima na zona da face, junto ao pescoço".

Após o presumível homicídio, "o próprio agressor se deslocou a casa de um outro vizinho, ali perto, e disse que tinha matado uma pessoa", tendo sido este morador que alertou os militares da GNR.

O alegado homicida "entregou-se de imediato, sem resistência e sempre a cooperar", à patrulha da Guarda mobilizada para a ocorrência e o óbito da vítima "foi confirmado no local".

A investigação do caso está entregue à Polícia Judiciária.

Lusa

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.