sicnot

Perfil

País

Suspeito de matar vizinho em Santiago do Cacém fica em prisão preventiva

O homem de 41 anos detido por suspeitas de matar a tiro um vizinho na segunda-feira, no concelho de Santiago do Cacém, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, revelou hoje a GNR.

Fonte da GNR disse à agência Lusa que o suspeito, presente hoje a tribunal, vai ser transportado ainda hoje para o Estabelecimento Prisional de Setúbal.

A detenção do homem, suspeito de ter matado a tiro um vizinho de 48 anos na segunda-feira à noite, na zona de Vila Nova de Santo André, Santiago do Cacém (distrito de Setúbal), foi divulgada pela GNR na terça-feira.

O presumível agressor e a vítima, moradores na zona de Foros da Quinta, naquela freguesia alentejana, "tinham tido quezílias no passado", segundo fonte da GNR contactada pela Lusa.

"Já se tinham insultado anteriormente e, na segunda-feira à noite, a vítima deslocou-se à residência do suspeito e começou a partir a portada da janela e a ameaçá-lo, do exterior da casa", relatou.

O alegado homicida terá efetuado, então, "do interior da residência, um disparo com uma caçadeira, através da janela, e atingiu a vítima na zona da face, junto ao pescoço".

Após o presumível homicídio, "o próprio agressor se deslocou a casa de um outro vizinho, ali perto, e disse que tinha matado uma pessoa", tendo sido este morador que alertou os militares da GNR.

O alegado homicida "entregou-se de imediato, sem resistência e sempre a cooperar", à patrulha da Guarda mobilizada para a ocorrência e o óbito da vítima "foi confirmado no local".

A investigação do caso está entregue à Polícia Judiciária.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38