sicnot

Perfil

País

Juventude Popular vê na decisão de Portas oportunidade de renovação

A Juventude Popular (JP) referiu hoje, em comunicado, que respeita a decisão do presidente do CDS-PP, Paulo Portas, de abandonar a liderança e que esta é uma oportunidade para o partido se reinventar.

(Arquivo)

(Arquivo)

JOS\303\211 SENA GOUL\303\203O

"Cabe-nos, a todos, respeitar o veredicto e dedicar ao presidente do CDS a confiança característica do voluntarismo com que sempre nos entregámos às suas decisões", refere a JP.

No comunicado, a JP considerou que o "momento constitui uma oportunidade flagrante para o CDS se reinventar", renovar e "conquistar novas fronteiras de sucesso", salientando que não são "tão categóricos a afirmar" que esta é a melhor altura para discutir a sucessão da liderança.

"A resposta a esta interrogação (...) dependerá dos incontroláveis desenvolvimentos da conjuntura política nacional, todavia, mais até do que isso, da réplica que o CDS dará sobre a transição ordenada do poder interno, da sua capacidade de se mostrar um partido maduro, sóbrio, com racionalidade e dignidade suficientes para, no quadro do pluralismo e da diferença, assegurar a estabilidade e a afirmação da futura direção", sublinham.

O presidente do CDS-PP comunicou segunda-feira à comissão política nacional centrista que não se recandidatará à liderança do partido.

Lusa

  • Polícia procura condutor da carrinha e outros dois suspeitos
    1:08
  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.

  • Um encontro português (e inesperado) em alto mar
    2:38